acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Tecnologia

Rio recebe empresa de TI para setor de energia

26/10/2004 | 00h00

De olho na possibilidade de negócios com a Petrobras, a empresa australiana de tecnologia Mincom está prestes a abrir um escritório de vendas no Rio. A dúvida está entre Rio e São Paulo e depende dos clientes nos setores de energia, mineração, defesa e transportes. O foco da empresa é oferecer sistemas e serviços de informática complementares aos sistemas de gestão (ERP) distribuídos por grandes companhias.
A Mincom é especializada no fornecimento de soluções para gestão de materiais, manutenção e comércio eletrônico, especialmente para companhias que atuam em setores intensivos de capital, como energia, mineração, defesa e transportes. A companhia já atua no Brasil há sete anos e está instalada em um escritório em Belo Horizonte (MG), onde presta serviços para o setor de mineração. As empresas Vale do Rio Doce e Samarco são alguns dos clientes da companhia, além da Aeronáutica, no setor de defesa. A empresa está em negociações com uma companhia do setor hidrelétrico e pretende fechar o negócio até o início de 2005.
O potencial do mercado brasileiro calculado pela Mincon é baseado na expectativa de investimento no setor de tecnologia da informação (TI) para os próximos cinco anos. Segundo diretor de serviços da Mincon na América Latina, Marcelo Lelis de Carvalho, as empresas brasileiras deverão investir US$ 200 milhões em TI nos próximos cinco anos e a Mincon pretende faturar cerca de 5% deste mercado, US$ 9 milhões. A expectativa de faturamento para 2004 no Brasil é de US$ 1 milhão. No ano passado a empresa faturou na ordem de US$ 750 mil.
O presidente da Mincon para a América Latina, Gary Poole, informa, ainda, que as empresas da América Latina tem acesso a uma linha de crédito de até US$ 30 milhões em um banco australiano para a compra de produtos e serviços da empresa. "A oferta foi feita pelo embaixador australiano ao presidente brasileiro este ano. Não sei qual é a taxa de juros, nem as condições de crédito, mas na Colômbia a prosposta resultou positiva porque tratava de um spread entre as taxas dos bancos colombiano e australiano", explica o executivo.
A Mincon foi criada há 25 anos, na Austrália e atua em 19 escritórios no mundo, com 1.200 profissionais. Na América Latina a companhia está presente no Brasil, Chile, Colômbia e México, onde situa-se 10% da força de trabalho. A empresa também está presente em outros países emergentes como China, Rússia e Índia.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar