acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preços

Petróleo opera em queda, pressionado por relatório da AIE

14/06/2017 | 10h32

Os contratos futuros de petróleo operam em queda na manhã desta quarta-feira, após o relatório da Agência Internacional de Energia (AIE) revigorar o temor de excesso de oferta no mercado de energia.

Às 8h50 (de Brasília), o petróleo WTI para julho caía 0,90%, a US$ 46,04 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Na IntercontinentalExchange (ICE), em Londres, o Brent para agosto recuava 0,68%, para US$ 48,39 por barril.

Os investidores de petróleo reagem negativamente ao relatório da AIE. A instituição informou que a oferta global de petróleo subiu 585 mil barris por dia (bpd) em maio, para 96,69 milhões de bpd.

O número foi puxado por aumento da exploração dentro e fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), notadamente nos Estados Unidos, na Líbia e na Nigéria.

"Este foi um relatório bastante ruim para os preços do petróleo. A Opep pode ter de repensar sua estratégia de tentar verbal e artificialmente elevar os preços do barril, porque a produção dos Estados Unidos está muito resiliente", afirmou, em nota enviada a clientes, o analista do Commerzbank Eugen Weinberg.

Os investidores de petróleo aguardam ainda os dados do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, que irá informar às 11h30 os estoques semanais da commodity no país. A expectativa é de queda na quantidade estocada.



Fonte: Dow Jones Newswires, 14/06/2017
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar