acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Competição

Equipe brasileira conquista 2º lugar na Shell Eco-marathon Americas

15/04/2015 | 10h51

No último domingo (12), chegou ao fim mais uma Shell Eco-marathon Americas. Nesta edição, o Brasil conquistou a segunda colocação na categoria “Combustível Alternativo” com o time da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Já a equipe da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, recebeu o “Prêmio Perseverança”.

A equipe Pato a Jato, formada por alunos da UTFPR, chegou ao pódio com o protótipo batizado de Popygua. O nome do time faz referência à cidade onde está localizado o campus da universidade, em Pato Branco, no interior do Paraná. Em sua estreia em competições internacionais, o Popygua obteve a marca de 316km/l de etanol e alcançou o melhor resultado brasileiro nas nove edições da competição.

A outra equipe brasileira premiada nesta edição foi a da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo. Os estudantes receberam o “Prêmio Perseverança” por terem trabalhado duro para conseguir deixar o carro pronto para a corrida. Um problema na alfândega atrasou em dois dias a chegada à Detroit do protótipo desenvolvido pelo time. Os brasileiros, no entanto, trabalharam por 14 horas seguidas para conseguir passar na inspeção técnica. O resultado da determinação da equipe foi o nono lugar na categoria “Bateria Elétrica”.

Durante quatro dias, mais de 1.000 estudantes de cinco países de todas as Américas testaram o potencial energético de seus protótipos em seis categorias: Bateria, Gasolina, Combustíveis Alternativos, Diesel, Hidrogênio e CNG. Pelo segundo ano consecutivo, duas universidades do Canadá disputaram o primeiro lugar, mas ao contrário de 2014, a Universidade de Toronto levou a melhor este ano e ficou com o prêmio de ultra eficiência energética.

Em 2016, a competição volta às pistas de Detroit, berço da indústria automobilística, e deve reunir novamente centenas de estudantes ávidos por bater recordes de eficiência energética.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar