acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

EPE: três hidrelétricas devem estar no leilão A-5 de outubro

07/08/2012 | 11h15

 

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, afirmou na segunda-feira (6) que as usinas hidrelétricas que devem participar do leilão A-5, que ocorrerá em outubro, serão de Cachoeira Caldeirão (AP), Sinop (MT) e Ribeiro Gonçalves (PI).
As três usinas já possuem licença ambiental, mas no caso de Sinop ainda falta aprovação pela Assembleia Legislativa do Mato Grosso. Já São Manoel (MT), que possui o melhor potencial energético (700 megawatts), não deve participar do leilão, segundo Tolmasquim, por conta de um problema com índios da região. “Além disso, a participação de eólicas vai depender da demanda por elas”, afirmou, após participar de painel de Encontro Internacional de Energia, em São Paulo.
Já as empresas que querem participar do leilão de térmicas a gás ainda não haviam apresentado contratos de fornecimento de gás até a semana passada. A manifestação deveria ocorrer até segunda-feira. “Estamos aguardando, pode ocorrer a qualquer momento”, disse.
Demanda para leilão
As cassações das outorgas concedidas aos grupos Bertin e Multiner e a descontratação da energia que foi vendida pelos dois grupos nos leilões anteriores devem criar demanda por energia "nova", segundo o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) Julião Coelho. Para Coelho, o leilão de energia marcado para outubro deverá ocorrer em função dessa demanda.
O governo não realizou neste ano nenhum leilão por falta de demanda de energia. As distribuidoras ficaram com excesso de energia contratada após a desaceleração da economia e a migração de consumidores industriais para o mercado livre.
Segundo analistas, a energia que deveria ser gerada pelas térmicas do Bertin somente não fez falta devido ao contexto econômico. A cassação das outorgas concedidas ao grupo nos leilões de 2008 deve dar maior clareza ao mercado, avalia Coelho.

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, afirmou na segunda-feira (6) que as usinas hidrelétricas que devem participar do leilão A-5, que ocorrerá em outubro, serão de Cachoeira Caldeirão (AP), Sinop (MT) e Ribeiro Gonçalves (PI).


As três usinas já possuem licença ambiental, mas no caso de Sinop ainda falta aprovação pela Assembleia Legislativa do Mato Grosso. Já São Manoel (MT), que possui o melhor potencial energético (700 megawatts), não deve participar do leilão, segundo Tolmasquim, por conta de um problema com índios da região. “Além disso, a participação de eólicas vai depender da demanda por elas”, afirmou, após participar de painel de Encontro Internacional de Energia, em São Paulo.


Já as empresas que querem participar do leilão de térmicas a gás ainda não haviam apresentado contratos de fornecimento de gás até a semana passada. A manifestação deveria ocorrer até segunda-feira. “Estamos aguardando, pode ocorrer a qualquer momento”, disse.



Demanda para leilão


As cassações das outorgas concedidas aos grupos Bertin e Multiner e a descontratação da energia que foi vendida pelos dois grupos nos leilões anteriores devem criar demanda por energia "nova", segundo o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) Julião Coelho. Para Coelho, o leilão de energia marcado para outubro deverá ocorrer em função dessa demanda.


O governo não realizou neste ano nenhum leilão por falta de demanda de energia. As distribuidoras ficaram com excesso de energia contratada após a desaceleração da economia e a migração de consumidores industriais para o mercado livre.


Segundo analistas, a energia que deveria ser gerada pelas térmicas do Bertin somente não fez falta devido ao contexto econômico. A cassação das outorgas concedidas ao grupo nos leilões de 2008 deve dar maior clareza ao mercado, avalia Coelho.

 



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar