acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Estudo

Apex-Brasil divulga Perfil Exportador do Rio de Janeiro

29/05/2013 | 16h23
Apex-Brasil divulga Perfil Exportador do Rio de Janeiro
Divulgação Divulgação

 

As exportações do Estado do Rio de Janeiro aumentaram mais de quatro vezes entre 2004 e 2012, o que representa uma taxa média de crescimento de 20% ao ano. Essa expansão foi puxada, especialmente, pelos segmentos de petróleo e gás natural e de siderurgia, respectivamente, o primeiro e o segundo colocados no ranking da pauta de vendas externas fluminenses. No total, as empresas fluminenses exportaram US$ 28,8 bilhões no ano passado.
Os dados são parte do estudo inédito “Perfil Exportador do Estado do Rio de Janeiro”, produzido pela Apex-Brasil e que será lançado na segunda-feira (3), no Palácio Guanabara. O levantamento aborda ainda, detalhadamente, os resultados do ano de 2012. Os produtos derivados do petróleo, os serviços de catering, bufê e outros serviços de comida preparada, além da construção de embarcações, completam a lista dos principais produtos exportados pelo estado em 2012.
No destino, os Estados Unidos permaneceram como principal parceiro comercial do Rio. Comprou R$ 7 bilhões em produtos, 24% do total. A China e a Índia ocupam, respectivamente, o 2º e 3º lugar, com 17% e 11% no total das exportações.
O estudo apresenta um panorama das exportações do estado, com uma análise da evolução dos negócios dos principais produtos. Também analisa as oportunidades de mercado para os principais produtos que compõem a pauta de exportações do Rio, especialmente dos setores de maior intensidade tecnológica e que empregam mais mão de obra. O Perfil foi elaborado pela Unidade de Inteligência Comercial e Competitiva (UICC) da Apex-Brasil.
“Conhecer o perfil do exportador do Rio de Janeiro é extremamente importante para todos nós que trabalhamos no estado, porque servirá de balizamento e aprimoramento para atingirmos novos mercados e consolidarmos antigos”, explica a subsecretária de Comércio e Serviços Dulce Ângela Procópio.
Este é o primeiro perfil exportador elaborado pela Agência para o Rio de Janeiro.  A instituição elaborou perfis semelhantes para outros estados, como Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia, Paraná, Ceará, Pará e Amazonas.

As exportações do Estado do Rio de Janeiro aumentaram mais de quatro vezes entre 2004 e 2012, o que representa uma taxa média de crescimento de 20% ao ano. Essa expansão foi puxada, especialmente, pelos segmentos de petróleo e gás natural e de siderurgia, respectivamente, o primeiro e o segundo colocados no ranking da pauta de vendas externas fluminenses. No total, as empresas fluminenses exportaram US$ 28,8 bilhões no ano passado.


Os dados são parte do estudo inédito “Perfil Exportador do Estado do Rio de Janeiro”, produzido pela Apex-Brasil e que será lançado na segunda-feira (3), no Palácio Guanabara. O levantamento aborda ainda, detalhadamente, os resultados do ano de 2012. Os produtos derivados do petróleo, os serviços de catering, bufê e outros serviços de comida preparada, além da construção de embarcações, completam a lista dos principais produtos exportados pelo estado em 2012.


No destino, os Estados Unidos permaneceram como principal parceiro comercial do Rio. Comprou R$ 7 bilhões em produtos, 24% do total. A China e a Índia ocupam, respectivamente, o 2º e 3º lugar, com 17% e 11% no total das exportações.


O estudo apresenta um panorama das exportações do estado, com uma análise da evolução dos negócios dos principais produtos. Também analisa as oportunidades de mercado para os principais produtos que compõem a pauta de exportações do Rio, especialmente dos setores de maior intensidade tecnológica e que empregam mais mão de obra. O Perfil foi elaborado pela Unidade de Inteligência Comercial e Competitiva (UICC) da Apex-Brasil.


“Conhecer o perfil do exportador do Rio de Janeiro é extremamente importante para todos nós que trabalhamos no estado, porque servirá de balizamento e aprimoramento para atingirmos novos mercados e consolidarmos antigos”, explica a subsecretária de Comércio e Serviços Dulce Ângela Procópio.


Este é o primeiro perfil exportador elaborado pela Agência para o Rio de Janeiro.  A instituição elaborou perfis semelhantes para outros estados, como Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia, Paraná, Ceará, Pará e Amazonas.

 



Fonte: Ascom Apex-Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar