acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Wirex quer fechar 2010 com crescimento de 5%

13/08/2010 | 10h42
A Wirex, terceiro maior fabricante de cabos de energia do Brasil, espera fechar o ano com crescimento de 5% no mercado naval do país. Para isso, a empresa dobrou sua capacidade de produção. Além disso, investiu R$ 10 milhões em uma nova catenária, em 2008, que foi finalizada no último primeiro trimestre, conforme disse o diretor comercial da empresa, Fernando Berardo, para quem a construção de mais um galpão para a nova máquina e o incremento de mais uma linha de produção foram imprescindíveis.

- Com a crise mundial de 2009, fizemos a nova obra sem muita pressa. Agora, o mercado nacional está aquecido e a empresa está apta para atender a toda essa demanda - disse, acrescentando que os cabos de baixa e média tensão estão presentes em praticamente todos os setores da economia. E a empresa está ampliando sua capacidade de produção de cabos e alta tensão de 3,6/6KV até 40/69 KV.

Com mais de 15 mil itens em linha a Wirex, que está participando da Navalshore, apresenta em seu portfólio uma ampla gama de cabos especialmente desenvolvidos para o mercado naval. Todos com certificações específicas internacionais, essenciais para o credenciamento da empresa junto ao crescente mercado da construção naval.

A empresa, segundo ele, vendeu R$ 1 milhão em 2009. No entanto, até meados deste ano, as vendas para a construção de iates e lanchas já ultrapassaram R$ 2 milhões em cabos, um aumento de 100%.

- Nossos cabos estão sendo aprovados por rigorosos padrões de qualidade, tanto que estão em lanchas vendidas para a Marinha dos EUA, utilizadas no patrulhamento de rios e praias.

A Wirex, que desde 2000 opera no mercado industrial, está entre as três maiores empresas de cabos de energia do Brasil. É uma empresa 100% nacional e conta com mais de 600 empregados em suas unidades fabris, em Santa Branca (SP) (Vale do Paraíba), uma unidade operacional em Quatis (RJ) e escritórios comerciais em São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro. A empresa tem como clientes a Petrobras, Vale, Votorantim, Usiminas, Eletropaulo, Light, Bandeirante, Volkswagen e Ford, entre outros.



Fonte: Monitor Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar