acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Valerus fará a engenharia de unidade de condicionamento de gás

21/11/2013 | 15h35

 

A Valerus, uma das principais fornecedoras mundiais de serviços e equipamentos para manuseio de petróleo e gás, ganhou um contrato de prestação de engenharia, aquisição e construção de uma unidade de condicionamento de gás e estabilização de condensado na Venezuela. Sob os termos do acordo, a empresa irá realizar o projeto do processo, além de fabricar os equipamentos.
A construção da unidade será executada pelo Consorcio La Perla, formado entre a Valerus Venezuela e a Lindsay Venezuela. A planta de 300 milhões de pés cúbicos por dia (MMpc/d) irá processar gás natural para a Cardon IV, uma joint venture entre a EniSpA e a Repsol SA para desenvolver e produzir recursos não associados de gás seco no campo La Perla offshore Venezuela.
Os equipamentos que a Valerus fornecerá incluem mais de 3.200 cavalos de potência de compressão, uma planta Joule-Thomson (J-T) para extrair valiosos líquidos de gás natural, estabilização de condensado; geração e distribuição de energia; e instrumentação e controle da estação. Muitos equipamentos serão montados sobre plataforma para permitir a entrega e instalação mais eficientes. A Lindsay Venezuela vai fornecer recursos de construção locais, aproveitando seus 20 anos de experiência em instalação de unidades de petróleo e gás na Venezuela.
"Nosso histórico de colocação no mercado, excelência operacional e segurança garante que possamos atender às exigências de nossos clientes globais", afirma o CEO da Valerus, Pete Lane.

A Valerus, uma das principais fornecedoras mundiais de serviços e equipamentos para manuseio de petróleo e gás, ganhou um contrato de prestação de engenharia, aquisição e construção de uma unidade de condicionamento de gás e estabilização de condensado na Venezuela. Sob os termos do acordo, a empresa irá realizar o projeto do processo, além de fabricar os equipamentos.

A construção da unidade será executada pelo Consorcio La Perla, formado entre a Valerus Venezuela e a Lindsay Venezuela. A planta de 300 milhões de pés cúbicos por dia (MMpc/d) irá processar gás natural para a Cardon IV, uma joint venture entre a EniSpA e a Repsol SA para desenvolver e produzir recursos não associados de gás seco no campo La Perla offshore Venezuela.

Os equipamentos que a Valerus fornecerá incluem mais de 3.200 cavalos de potência de compressão, uma planta Joule-Thomson (J-T) para extrair valiosos líquidos de gás natural, estabilização de condensado; geração e distribuição de energia; e instrumentação e controle da estação. Muitos equipamentos serão montados sobre plataforma para permitir a entrega e instalação mais eficientes. A Lindsay Venezuela vai fornecer recursos de construção locais, aproveitando seus 20 anos de experiência em instalação de unidades de petróleo e gás na Venezuela.

"Nosso histórico de colocação no mercado, excelência operacional e segurança garante que possamos atender às exigências de nossos clientes globais", afirma o CEO da Valerus, Pete Lane.

 



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar