acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Sul do País terá investimento de US$ 10 bilhões até 2013

30/11/2009 | 09h01

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, participou na tarde desta sexta-feira (27/11) do ciclo de seminários "O pré-sal e Santa Catarina", realizado em Joinville (SC). Na ocasião Gabrielli destacou os principais pontos da proposta para o marco regulatório do pré-sal, além de detalhar os impactos dos investimentos previstos no Plano de Negócios da Companhia (2009-2013) para o estado.

 

Segundo Gabrielli, "dos US$ 174 bilhões que serão investidos pela Petrobras até 2013, cerca de US$ 10 bilhões serão destinados aos estados do Sul do país. Com isso, a previsão de geração de empregos na região é de aproximadamente 22 mil diretos e outros 29 mil indiretos ligados ao setor de petróleo e gás".

 

O presidente da Petrobras destacou ainda que nos primeiros nove meses deste ano a Companhia investiu R$ 50 bilhões, sempre com preocupação em fortalecer a indústria nacional. "Seguindo nossa política de conteúdo nacional, do total de investimentos feitos em 2009 até agora, 74% foram aplicados internamente", ressaltou Gabrielli. Questionado sobre a possível instalação de um Terminal de Regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) em Santa Catarina, Gabrielli ponderou que a questão ainda está em estudo pela Companhia.

 

Com relação ao novo marco regulatório, Gabrielli apresentou as principais diferenças entre os modelos de concessão e partilha de produção que estão em estudo pelo Congresso Nacional. Ele lembrou que no modelo de concessão a empresa concessionária é dona do petróleo após a retirada do subsolo, enquanto no novo modelo proposto, os ganhos são divididos entre União e empresas, o que representaria uma redivisão dos ganhos em virtude do baixo risco exploratório.

 

O presidente destacou, ainda, que a Petrobras é a maior operadora nos blocos do pré-sal já concedidos (28% do total). “O operador é a empresa responsável pelas decisões técnicas, pelas decisões de projeto. A Petrobras é quem mais conhece o pré-sal brasileiro e como operadora única garantirá que todo o conhecimento adquirido com a exploração fique em poder do povo brasileiro", afirmou.

 

Na próxima segunda-feira (30/11), o diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Guilherme Estrella, encerra o ciclo "O pré-sal e Santa Catarina", em Itajaí, a partir das 09h.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar