acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Seminário da ABEGÁS: sistema multicamadas é apresentado em Porto Alegre

13/06/2019 | 09h23

Mais de 90 profissionais participaram do Seminário “Sistemas multicamadas por crimpagem: aplicação nos mercados residencial e comercial”, realizado no Sinduscon-RS, terça-feira (11), em Porto Alegre. O evento organizado pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS) e pela Sulgás objetivou apresentar ao mercado gaúcho uma tecnologia bastante utilizada em São Paulo, aplicada em tubulações de gás GLP e gás natural.

Relativamente novo no Brasil, o sistema multicamadas já vem sendo utilizado nas tubulações internas de gás, especialmente, na capital paulista. É um sistema maleável, constituído por tubos, conexões, ferramentas e acessórios. O tubo é composto por metal-plástico de múltiplas camadas.

A utilização dessa tecnologia nos clientes da Comgás tem reduzido custos e aumentado a segurança das tubulações, conforme mostrou o engenheiro Marcelo Mota. Ele trouxe um histórico das ocorrências de vazamento nos clientes da distribuidora antes, durante e após a utilização do sistema multicamadas, que caiu de 4,16%, em 2013, para 0,20%, em 2018.

Atualmente 13% dos clientes da Comgás tem o sistema multicamadas, entre residências unifamiliares, prédios e estabelecimentos comerciais. Em relação às vantagens, Mota destaca maior velocidade nas obras, uma estética mais bonita e um custo mais baixo.

Opinião compartilhada pelo consultor José Marmo. Ao trazer exemplos e dados sobre a utilização do sistema na construção civil, ele comprovou o quão evoluída já é essa tecnologia e o quanto ela pode ser ainda mais. Porém, o consultor também evidencia o atraso tecnológico do Brasil em relação aos Estados Unidos e à China, especialmente. Conforme o consultor, falta muito para o País alcançar a tão sonhada indústria 4.0.

O trabalho do grupo evolui e foi feita uma nota técnica com o objetivo de reunir as melhores práticas adotadas pelas distribuidoras associadas à entidade. O documento tem caráter meramente indicativo, ficando a critério e sob a responsabilidade exclusiva de cada distribuidora a adoção das práticas nele contidas, devendo ser utilizado de forma complementar e em estrita observância à legislação e às normas técnicas vigentes, de acordo com as recomendações dos fabricantes dos produtos utilizados. Considerando a evolução tecnológica e os resultados alcançados pela Comgás, a nota foi revisada em 2017.

Conforme Galiazzi, os passos atuais incluem a difusão do conhecimento junto aos agentes do mercado e entidades que formam mão de obra qualificada, entre eles o SENAI, o desenvolvimento de um plano de curso para capacitação dos profissionais, além da realização de eventos similares aos de ontem nas regiões Sudeste, Sul e Nordeste.

Durante o dia, os participantes também puderam se inteirar sobre o panorama normativo e performance do sistema, com o engenheiro Gustavo Alonge, da Comgás, que também é responsável pela interface com a ABNT. O mercado de multicamadas foi exposto pelo representante da Amarco, Francisco da Costa Pereira e a fabricação e tecnologias dos materiais, por Rafel Turri, da Clesse do Brasil. Já a palestra sobre a Sulgás foi ministrada pelo engenheiro, João Ricardo Vidal.

Além das palestras, houve exposição de materiais e ferramentas pelos fornecedores e fabricantes patrocinadores.

O Seminário “Sistemas multicamadas por crimpagem: aplicação nos mercados residencial e comercial”, foi uma realização da Abegás, Sulgás e Sinduscon-RS, com o patrocínio da Amanco, Clesse do Brasil, Astra e Emmeti.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar