acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
ANP

Sem novas refinarias, Brasil continuará importador de diesel e gasolina

12/03/2014 | 17h24
Sem novas refinarias, Brasil continuará importador de diesel e gasolina
Refinaria Abreu e Lima (Rnest). Divulgação OAS Refinaria Abreu e Lima (Rnest). Divulgação OAS

 

Sem novas refinarias, Brasil continuará importador de diesel e gasolina 
Enquanto a Petrobras não aumentar seu parque de refino, o Brasil continuará importador de óleo diesel e gasolina. A afirmação foi dada na manhã de hoje por Aurélio Amaral, superintendente de Abastecimento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
"O mercado cresceu muito com o incentivo ao crescimento da frota de novos veículos. Isso pressiona o refino do país e a necessidade de se comprar combustível no exterior para atender toda a demanda", pontuou.
Segundo a ANP, o Brasil elevou a importação de diesel em 2013 em cerca de 2,3 bilhões de litros ante 2012. Em 2013 foram 9.919 mil m³ em volume por produto e 2012, 7.649 mil m³. O óleo diesel corresponde hoje a 49,2% da matriz de consumo veicular do país.
Segundo Florival Carvalho, diretor da ANP, o país deverá deixar de importar diesel em dois ou três anos com a operação de dois trens da Refinaria do Nordeste (Rnest), em Pernambuco.

Enquanto a Petrobras não aumentar seu parque de refino, o Brasil continuará importador de óleo diesel e gasolina. A afirmação foi dada na manhã de hoje por Aurélio Amaral, superintendente de Abastecimento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

"O mercado cresceu muito com o incentivo ao crescimento da frota de novos veículos. Isso pressiona o refino do país e a necessidade de se comprar combustível no exterior para atender toda a demanda", pontuou.

De acordo com a ANP, o Brasil elevou a importação de diesel em 2013 em cerca de 2,3 bilhões de litros ante 2012. Em 2013 foram 9.919 mil m³ em volume por produto e em 2012 cerca de 7.649 mil m³. O óleo diesel corresponde hoje a 49,2% da matriz de consumo veicular do país, é o combustível de maior consumo no Brasil. A maior oferta de etanol, com as usinas do centro-sul privilegiando a produção do biocombustível, reduziu a importação de gasolina em 2013 em 1,1 bilhão de litros.

Segundo Florival Carvalho, diretor da ANP, o país deverá deixar de importar diesel em dois ou três anos com a operação dos dois trens da Refinaria do Nordeste (Rnest), em Pernambuco.



Fonte: Redação TN/ Maria Fernanda Romero
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar