acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gastau

Schahin constrói túnel em rocha com tecnologia inédita no país

29/10/2009 | 14h34
A Schahin Engenharia é pioneira na utilização do método de escavação Tunnel Boring Machine TBM em um túnel construído em rocha. A obra faz parte das escavações do Gastau, gasoduto da Petrobras que ligará a unidade de tratamento de gás natural de Caraguatatuba, litoral de São Paulo, à de Taubaté, interior paulista.

 

O túnel de aproximadamente cinco mil metros de comprimento e seis metros de diâmetro, irá transpor o Parque Estadual Serra do Mar, respeitando as condições ambientais pré-estabelecidas, com impacto reduzido ao bioma local. A sua ligação com a superfície será por meio de shafts verticais de aproximadamente 540 metros de extensão.

 

A obra está sendo executada em duas etapas. Na primeira, já concluída, utilizou-se o método convencional NATM - New Austrian Tunnelling Method, com o emprego de escavadeiras hidráulicas, carredadeiras, caminhões basculantes, explosivos e aplicação de concreto projetado. A Schahin Engenharia avançou mais de 282 metros de túnel com esse sistema, sendo aproximadamente 260 metros em solo e 22 em rocha. “Nessa etapa da obra tivemos uma produtividade final de 1,80 metros por dia”, diz Ruy Marcelo Loureiro, gerente de obras especiais. Nesta etapa o revestimento do túnel foi executado através da instalação de combotas metálicas e aplicação de concreto projetado.


A segunda fase é realizada por meio do método mecanizado TBM – Tunnel Boring Machine, para escavação em rocha, com uma tuneladora alemã de alto desempenho, única em operação no Brasil em trabalhos em rocha, também conhecida como tatuzão.  A máquina tem aproximadamente 130 metros de comprimento, 6,20 metros de diâmetro e pesa aproximadamente 750 toneladas. Nesta etapa, o revestimento do túnel será feito em anéis pré-moldados de concreto, que são instalados pelo próprio equipamento.

 

Com a máquina, a expectativa média de escavação diária será de 20 metros. “A escolha desse equipamento foi feita para obter um ganho de produtividade e aumentar a segurança na execução do empreendimento, tudo isso sem comprometer custo”, afirma Loureiro. O equipamento é composto por um sistema integrado que, além da escavação na rocha, executa todas as contenções, como a colocação dos anéis, tratamentos e monitoramentos, garantindo a execução segura e em conformidade com todos os requisitos para obras com essas características. Além disso, dispõe da mais recente tecnologia de perfuração e de um moderno dispositivo de sondagem geotécnica que permite minimizar os riscos de acidentes ou paralisações das atividades.

 

Um dos grandes desafios vencidos pela Schahin foi o logístico. O início do túnel fica a 17 km do asfalto, em uma fazenda particular. “Tivemos que fazer um planejamento minucioso da obra, já que é uma região onde chove muito, e muitas incidências de raios influenciam o cronograma de execução dos trabalhos”, completa Loureiro.

 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar