acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Rússia e China fazem acordo de oferta de petróleo e gás

23/10/2013 | 15h36

 

Duas das principais empresas russas de produção de energia anunciaram na terça-feira (22) um acordo com a China para entregar petróleo e gás. O acordo representa aos dois países um fortalecimento dos laços no setor. Segundo os termos do acordo, a companhia Rosneft vai abastecer a Sinopec, maior empresa de refino de petróleo da China, com 10 milhões de toneladas de petróleo durante 10 anos.
O primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, afirmou que o contrato entre as duas empresas é estimado em US$ 85 bilhões.
Já a russa Novatek, que produz gás natural, vai entregar três milhões de toneladas por ano de gás natural liquefeito (GNL) para a China National Petroleum Corp. (CNPC) durante 15 anos. O preço será indexado ao JCC, índice de referência para contratos de longo prazo de GNL no Japão.
Além disso, a companhia de energia En+ Group disse que assinou um acordo de cooperação estratégia com o a produtora de energia e carvão China Huaneng Group para desenvolver juntas projetos de energia na Rússia.
A intensificação dos laços entre a Rússia e a China vem no momento em que os fluxos no comércio global de energia estão se modificando à medida que grandes reservas de hidrocarbonetos são extraídas de rochas de xisto nos Estados Unidos. O carvão e o gás vendido normalmente aos norte-americanos estão em deslocamento para a Europa, o que reduz a demanda por gás russo.
"Os acordos alcançados hoje são a evidência de um desenvolvimento consistente da cooperação em grande escala com nossos parceiros chineses. Este acordo ajudará a Rosneft a conseguir financiamentos adicionais para projetos de exploração, produção e construção da infraestrutura necessária", disse o presidente da Rosneft, Igor Sechin.

Duas das principais empresas russas de produção de energia anunciaram na terça-feira (22) um acordo com a China para entregar petróleo e gás. O acordo representa aos dois países um fortalecimento dos laços no setor. Segundo os termos do acordo, a companhia Rosneft vai abastecer a Sinopec, maior empresa de refino de petróleo da China, com 10 milhões de toneladas de petróleo durante 10 anos.

O primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, afirmou que o contrato entre as duas empresas é estimado em US$ 85 bilhões.

Já a russa Novatek, que produz gás natural, vai entregar três milhões de toneladas por ano de gás natural liquefeito (GNL) para a China National Petroleum Corp. (CNPC) durante 15 anos. O preço será indexado ao JCC, índice de referência para contratos de longo prazo de GNL no Japão.

Além disso, a companhia de energia En+ Group disse que assinou um acordo de cooperação estratégia com o a produtora de energia e carvão China Huaneng Group para desenvolver juntas projetos de energia na Rússia.

A intensificação dos laços entre a Rússia e a China vem no momento em que os fluxos no comércio global de energia estão se modificando à medida que grandes reservas de hidrocarbonetos são extraídas de rochas de xisto nos Estados Unidos. O carvão e o gás vendido normalmente aos norte-americanos estão em deslocamento para a Europa, o que reduz a demanda por gás russo.

"Os acordos alcançados hoje são a evidência de um desenvolvimento consistente da cooperação em grande escala com nossos parceiros chineses. Este acordo ajudará a Rosneft a conseguir financiamentos adicionais para projetos de exploração, produção e construção da infraestrutura necessária", disse o presidente da Rosneft, Igor Sechin.

 



Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar