acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Rosneft espera ritmo de crescimento estável da produção de petróleo

19/11/2013 | 16h34

 

A Rosneft, maior produtora de petróleo da Rússia, espera que o ritmo de crescimento de sua produção fique estável nos próximos anos, em linha com a meta do país, devido ao início da produção em novos campos, disseram analistas após uma reunião com os executivos da empresa nesta terça-feira.
A empresa liderada por Igor Sechin, poderoso aliado do presidente russo Vladimir Putin, adquiriu uma fatia superior a 40 por cento da produção de petróleo da Rússia, maior produtor do mundo, através da aquisição por 55 bilhões de dólares da anglo-russa TNK-BP, em março.
A Rosneft vê o crescimento da produção anual de petróleo em cerca de 1 por cento de 2014 até 2017, acelerando para entre 3 e 4 por cento depois, disseram em nota os analistas Alexander Burgansky e Roman Odarich da corretora Otkritie.
Eles também disseram que o objetivo estratégico fundamental da Rosneft é manter a produção estável em suas áreas centrais, como Yugansk e Samotlor.
"Algum crescimento da produção é esperado em seus ativos Volga-Urais, nas operações existentes na Sibéria Oriental (Taas-Yuriakh) e em partes selecionadas da Sibéria Ocidental", acrescentaram.
Outro analista, não da Otkritie, confirmou os números.
A Rússia pretende manter sua produção de petróleo, principal fonte de receita do Estado, em nada menos que 10 milhões de barris por dia (bpd) nesta década.
A Rosneft espera bombear 207 milhões de toneladas de petróleo (ou 4,2 milhões de bpd) em 2013.

A Rosneft, maior produtora de petróleo da Rússia, espera que o ritmo de crescimento de sua produção fique estável nos próximos anos, em linha com a meta do país, devido ao início da produção em novos campos, disseram analistas após uma reunião com os executivos da empresa nesta terça-feira (19).

A empresa liderada por Igor Sechin, poderoso aliado do presidente russo Vladimir Putin, adquiriu uma fatia superior a 40 por cento da produção de petróleo da Rússia, maior produtor do mundo, através da aquisição por 55 bilhões de dólares da anglo-russa TNK-BP, em março.

A Rosneft vê o crescimento da produção anual de petróleo em cerca de 1 por cento de 2014 até 2017, acelerando para entre 3 e 4 por cento depois, disseram em nota os analistas Alexander Burgansky e Roman Odarich da corretora Otkritie.

Eles também disseram que o objetivo estratégico fundamental da Rosneft é manter a produção estável em suas áreas centrais, como Yugansk e Samotlor.

"Algum crescimento da produção é esperado em seus ativos Volga-Urais, nas operações existentes na Sibéria Oriental (Taas-Yuriakh) e em partes selecionadas da Sibéria Ocidental", acrescentaram.

Outro analista, não da Otkritie, confirmou os números.

A Rússia pretende manter sua produção de petróleo, principal fonte de receita do Estado, em nada menos que 10 milhões de barris por dia (bpd) nesta década.

A Rosneft espera bombear 207 milhões de toneladas de petróleo (ou 4,2 milhões de bpd) em 2013.



Fonte: Redação, com agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar