acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Finep

Resultado final da primeira etapa do edital sobre Centros Nacionais Multiusuários

28/06/2016 | 15h47

Acaba de sair o resultado final da primeira etapa da Chamada Pública MCTI/FINEP/FNDCT 02/2016 – Centros Nacionais Multiusuários, voltada para centros nacionais de infraestrutura científica de caráter multiusuário. A demanda teve demanda global de cerca de R$ 2,3 bi, cerca de 12 vezes o disponibilizado pelo edital, no valor de R$ 195 milhões. Mais de 700 formulários foram abertos para preenchimento, dos quais 495 Formulários de Manifestação de Interesse foram recebidos. Foram selecionadas 249 propostas para a segunda etapa.

A chamada foi dividida em duas linhas. A primeira tinha como objetivo fomentar e fortalecer os centros já estabelecidos, reforçando a capacidade de atendimento a demandas externas e ampliando os serviços disponíveis. Já a segunda pretendia induzir a instalação de novos centros nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Esse processo vai se dar por meio da melhoria de infraestrutura necessária para realização de ensaios e pesquisas. Do valor total da chamada (R$ 195 milhões), 20% (R$ 40 milhões) serão destinados exclusivamente aos centros emergentes.

Entre os objetivos do edital estão apoiar a utilização dos centros por empresas de base tecnológica, estimulando o processo de inovação; viabilizar o avanço do desenvolvimento científico e tecnológico nacional; estimular a geração de novas linhas de pesquisa; apoiar soluções tecnológicas para as empresas; proporcionar condições para o crescimento e para a consolidação da pesquisa científica e tecnológica nas regiões onde se localizem; otimizar equipamentos e pessoal qualificado, possibilitando o uso compartilhado do potencial do centro a outras instituições e empresas; e propiciar aquisição, manutenção e operação de equipamentos multiusuários de média e grande complexidade. Esses aparelhos são considerados de alta especialização e necessitam de um coordenador científico.



Fonte: Assessoria Finep/Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar