acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Combustíveis

Refinaria do Sul começa a produzir diesel menos poluente

22/12/2005 | 00h00

A Refinaria Alberto Pasqualini - Refap S.A., iniciou nesta quarta-feira (21/12), em sua nova Unidade de Hidrotratamento - HDT, a produção de Diesel 500 (500 partes por milhão), o que significa um teor de enxofre 75% menor e, conseqüentemente, menos poluição atmosférica com a sua utilização. O novo combustível, desenvolvido nas refinarias da Petrobras, foi lançado em maio desse ano para sete regiões urbanas do País e terá agora sua distribuição ampliada para outras áreas metropolitanas.

A nova unidade de tratamento da Refap tem capacidade para processar 120 milhões de litros por mês de diesel, que atenderá à demanda do Rio Grande do Sul e oeste de Santa Catarina, permitindo significativa redução das emissões poluentes de enxofre na atmosfera nessas regiões.

O aumento da produção do Diesel 500 vem consolidar a política da Petrobras de priorizar a responsabilidade social, a excelência ambiental e a melhoria constante da qualidade de seus produtos. Confirma, também, a inserção do Brasil no seleto grupo dos países que investem em combustíveis menos poluentes e reafirma compromisso do País com o Protocolo de Kyoto.

Para disponibilizar o novo produto, a Petrobras investiu, aproximadamente, US$ 750 milhões, demonstrando, mais uma vez o seu pioneirismo em inovações tecnológicas e de preservação ambiental. Somente na construção da nova unidade da Refap foram aplicados US$150 milhões.

Até 2010, a Petrobras investirá cerca de US$ 1,7 bilhão para reduzir ainda mais o teor de enxofre do diesel em todo o País, seguindo padrões internacionais rigorosos. Os benefícios sociais e ambientais serão ainda mais expressivos para a sociedade brasileira, além de conferir maior competitividade para a companhia.

Em maio do corrente ano foi iniciada a distribuição do Diesel 500 para regiões urbanas onde são consumidos 70% do diesel metropolitano do País e onde existe maior concentração de gases poluentes: Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Baixada Santista, São José dos Campos, Belo Horizonte e Vale do Aço.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar