acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2014

Recorde de negócios

19/09/2014 | 08h45

 

O volume de negócios realizado, o aumento no número de estudantes e a importância de acordos assinados foram alguns pontos destacados pelo presidente do IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis), João Carlos de Luca, no encerramento nesta quinta-feira da 17ª Rio Oil & Gas, um dos três maiores eventos do setor no mundo.

Ao lado de Maurício Figueiredo, diretor do IBP e presidente do comitê organizador do evento, De Luca comandou a cerimônia de encerramento, que lotou o auditório principal da feira no Riocentro. A presidente da Petrobras, Graça Foster, e diretores da companhia compareceram à plenária (José Formigli, José Carlos Cosenza, Alcides Santoro), além do presidente da BR Distribuidora, José Lima Neto.

“A Petrobras é uma empresa que nos causa admiração e orgulho, digo isso em nome do IBP e de toda a indústria”, frisou De Luca, que pediu uma salva de palmas para a empresa.

O presidente do IBP destacou os marcos especiais desta edição da Rio Oil, como o anúncio da 13ª rodada em 2015, feito pelo Ministério de Minas e Energia (MME), o lançamento da Agenda Prioritária da Indústria de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, com a visão dos principais temas do setor, e o acordo firmado nesta quinta entre o IBP e o IFP (Instituto Francês de Petróleo), de qualificação de profissionais.

Ele também ressaltou o crescimento do programa Profissional do Futuro, que passou de 2.500 universitários na edição passada para 3.000 na atual. A Rodada de Negócios também é um termômetro do sucesso da feira, com expectativa de volume de negócios de R$ 164 milhões de reais, com 37 empresas-âncora.

“Nosso evento também afeta a economia da cidade como um todo. Estamos buscando quantificar isso, mas um dado já é impressionante: a ocupação dos hotéis no Rio saltou de 30% para 86% por causa da realização da Rio Oil & Gas na cidade”, afirmou.

De Luca encerrou ressaltando que o prefeito do Rio, Eduardo Paes, assegurou a realização da Rio Oil & Gas 2016 no Riocentro. “Já podem reservar seus espaços para a próxima edição”, disse.

PREMIAÇÕES

No encerramento, foi anunciado o Prêmio Plinio Cantanhede, dado ao melhor trabalho técnico apresentado entre junho de 2012 e junho de 2014. Também foram entregues as menções honrosas da Rio Oil & Gas 2014 aos melhores trabalhos técnicos nas áreas de Exploração e Produção, Gás Natural e Energia, Abastecimento e Petroquímica, Biocombustíveis, Segurança, Meio Ambiente, Saúde e Responsabilidade Social, Regulação, Direito e Economia. A lista dos trabalhos e dos nomes dos premiados estará disponível no site do evento (www.riooilgas.com.br).

 

Assessoria de Imprensa Rio Oil&Gas Expo and Conference



Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar