acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petrobras

Produção de petróleo da Petrobras deve fechar ano abaixo do previsto, afirma Gabrielli

09/11/2010 | 13h24

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, informou durante o XIII Congresso Brasileiro de Energia, que a produção de petróleo da estatal ficará um pouco abaixo do previsto inicialmente devido a algumas paradas não programadas de plataformas.

 

Segundo o executivo, a produção crescerá menos do que os 2,5% estimados pela empresa, o que representaria um total de produção 2,1 milhões de barris por dia. Gabrielli disse ainda que espera no próximo dia 17 de novembro, concluir a licitação das 28 sondas de perfuração em águas profundas, para exploração do pré-sal.

 

"Acredito que todas as empresas participantes deverão conseguir a anuência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), exigida pela Petrobras, para as licenças ambientais concedidas pelos governos estaduais. Isso não é uma segunda licença, mas um procedimento correto", afirmou.

 

EUA

 

Na ocasião, Gabrielli criticou a decisão do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) de comprar US$ 600 bilhões em títulos públicos americanos, inundando os mercados com dólares até meados de 2011. Segundo ele, a política do governo americano é "equivocada", já que, a seu ver, uma injeção de US$ 600 bilhões "para sustentar o dólar não é uma política adequada para a estabilidade internacional". Contudo, ele complementou que, para a Petrobras, a medida pode ser benéfica no longo prazo, pois, surtindo efeito, poderá elevar a demanda por petróleo.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar