acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indústria Naval

Primeira balsa brasileira de lançamento de dutos é batizada hoje

28/11/2013 | 18h53

No final da tarde desta quinta-feira (28) foi batizada no Rio de Janeiro a primeira balsa de lançamento de dutos produzida no Brasil, a Locar Pipe. A nova embarcação vai servir o mercado de óleo e gás e já está sendo negociado o primeiro contrato para 2014.

O projeto foi desenvolvido pela Locar, e a unidade será a única com capacidade para atuar no lançamento de dutos em águas rasas, com profundidade de até 100 metros. O investimento foi de US$ 140 milhões, sendo 60% da Locar e 40% obtido através de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

O casco da Locar Pipe foi feito no estaleiro Rio Maguari em Belém (PA) e finalizado na sede marítima da própria Locar localizada na Ilha do Governador (RJ).

"Acreditamos muito na renovação dos dutos principalmente na região dos campos de produção de petróleo e gás no Nordeste. A Locar ainda tem muito para crescer. Nosso foco está nas empresas que prestam serviços em lançamento de dutos", afirmou o diretor marítimo da Locar, Ricardo Alves.
Segundo o diretor da Locar, apesar do equipamento de lançamento de dutos da Locar Pipe ser italiano, a embarcação possui 70% de conteúdo nacional. Ainda de acordo com Alves, atualmente a embarcação está em negociação para operar também no Golfo do México.

"Acreditamos muito na renovação dos dutos principalmente na região dos campos de produção de petróleo e gás no Nordeste. A Locar ainda tem muito para crescer. Nosso foco está nas empresas que prestam serviços em lançamento de dutos", afirmou o diretor marítimo da Locar, Ricardo Alves.

Segundo o diretor da Locar, apesar do equipamento de lançamento de dutos da Locar Pipe ser italiano, a embarcação possui 70% de conteúdo nacional. Ainda de acordo com Alves, atualmente a embarcação está em negociação para operar também no Golfo do México.



Fonte: Redação TN, Rodrigo Miguez
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar