acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Preços do petróleo se afastam de máximas e fecham em baixa com estoque e produção maiores

22/02/2019 | 08h36

Os preços do petróleo caíram abaixo das máximas recentes de 2019 nesta quinta-feira, conforme dados do governo dos EUA mostraram um substancial avanço nos estoques e produção recorde, enquanto preocupações sobre uma desaceleração da demanda global pesaram sobre o mercado.

Os cortes de suprimentos liderados pela Organização Mundial dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, incluindo a Rússia, e as sanções sobre Venezuela e Irã ajudaram a manter as perdas limitadas.

Progressos nas negociações comerciais entre EUA e China para resolver a disputa que tem reduzido o crescimento econômico mundial também apoiaram os preços.

Os contratos futuros do petróleo norte-americano caíram 0,20 dólar, fechando a 56,96 dólares por barril, após atingir a máxima de 2019, de 57,55 dólares, no dia anterior.

Os futuros do petróleo Brent tiveram queda de 0,01 dólar e fecharam a 67,07 dólares o barril, após alcançarem máxima do ano na quarta-feira, a 67,38 dólares.

Os estoques de petróleo dos EUA aumentaram pela quinta semana seguida, atingindo o maior nível em mais de um ano, conforme a produção bate alta recorde e uma manutenção sazonal manteve os níveis de refino baixos na última semana, disse a Administração de Informação da Energia.

"O número geral nos inventários foi maior do que o esperado, e a maior parte disso vem de Cushing, Oklahoma", declarou Phil Flynn, analista da Price Futures em Chicago, mencionando o local do ponto de entrega de petróleo dos EUA.

Reportagem adicional de Stephanie Kelly, Noah Browning em Londres e Henning Gloystein em Cingapura

 

 



Fonte: Reuters, 22/02/2019
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar