acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Investimento

Petrobras e INPE inauguram laboratórios para captura de CO2 e monitoramento marinho

01/10/2009 | 10h05
A Petrobras e Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) inauguraram ontem (30), dois laboratórios na unidade do Inpe em Cachoeira Paulista, São Paulo. As novas unidades de pesquisa atuarão no desenvolvimento de tecnologias para a redução de emissões de CO2 e para a recepção, processamento e armazenamento de dados de satélite para monitorar em tempo quase real a costa brasileira. A Petrobras foi representada pelo Gerente Geral de Pesquisa & Desenvolvimento em Gás, Energia e Desenvolvimento Sustentável, Luis Fernando Mendonça.

 
Um dos novos laboratórios da unidade tem como foco o desenvolvimento da tecnologia Chemical Looping, uma das técnicas mais promissoras para a captura de CO2. que posteriormente poderá ser utilizada pela Petrobras como uma das opções tecnológicas para a redução de emissões de gases do efeito estufa.  

O outro laboratório visa à recepção, processamento e armazenamento de dados de satélite para monitorar em tempo quase real a costa brasileira. Entre as aplicações, deste novo laboratório estão a detecção rápida e o monitoramento da presença de óleo, assim como de eventos meteo-oceanográficos, como frentes oceânicas e florescimento de algas. Este laboratório possui a primeira estação dedicada ao sensoriamento remoto marinho no país. Até então, a Petrobras utilizava imagens adquiridas e processadas em estações de recepção no exterior, o que gerava alto custo operacional e demora no tempo de entrega das imagens.

Redes Temáticas

A Petrobras investiu cerca de R$ 7 milhões nestes dois laboratórios. A implantação dessas instalações experimentais e a aquisição de novos equipamentos fazem parte de uma estratégia de investimentos da Petrobras em universidades e institutos de pesquisa brasileiros que tem possibilitado novas oportunidades na academia nacional. Desde 2006, a Companhia vem investindo cerca de R$400 milhões por ano em mais de 100 instituições de todo país. Organizadas em redes temáticas, com coordenação do Centro de Pesquisa da Petrobras (Cenpes), essas instituições desenvolvem soluções tecnológicas para os principais desafios da indústria de energia.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar