acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Pernambuco Petroleum Business gera R$ 33 milhões em negócios

28/10/2013 | 16h09

 

Terminou na última sexta-feira (25), o Pernambuco Petroleum Business com um saldo de R$ 33 milhões em negócios fechados nas diversas rodadas de negócios realizadas durante os três dias do evento, que aconteceu no Centro de Convenções de Olinda (PE).
Segundo Marcio Stefanni Monteiro Morais, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, esse montante pode se traduzir num volume ainda maior. “Nossa estimativa é que, só em prospecções e projeções de oportunidades, esse valor se aproxime dos R$ 400 milhões”, estimou.
Stefanni, a quem coube fazer o encerramento do evento, informou que as rodadas negócios do Pernambuco Petroleum Business, organizadas pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) com apoio do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), contou com a participação de 10 empresas âncoras, 79 empresas flutuantes, que participaram de 340 reuniões ao longo dos três dias do evento.
Para o secretário, o balanço do evento foi muito positivo e já fez a convocatória para a edição de 2015 do Pernambuco Petroleum Business, que acontece a cada dois anos. “Essa foi a nossa terceira edição. Em 2015, nossa expectativa é que possamos atrair um número bem maior de participantes, já que empreendimentos importantes, como a Refinaria Abreu e Lima, por exemplo, estarão em pleno funcionamento”, disse.

Terminou na última sexta-feira (25), o Pernambuco Petroleum Business com um saldo de R$ 33 milhões em negócios fechados nas diversas rodadas de negócios realizadas durante os três dias do evento, que aconteceu no Centro de Convenções de Olinda (PE).

Segundo Marcio Stefanni Monteiro Morais, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, esse montante pode se traduzir num volume ainda maior. “Nossa estimativa é que, só em prospecções e projeções de oportunidades, esse valor se aproxime dos R$ 400 milhões”, estimou.

Stefanni, a quem coube fazer o encerramento do evento, informou que as rodadas negócios do Pernambuco Petroleum Business, organizadas pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) com apoio do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), contou com a participação de 10 empresas âncoras, 79 empresas flutuantes, que participaram de 340 reuniões ao longo dos três dias do evento.

Para o secretário, o balanço do evento foi muito positivo e já fez a convocatória para a edição de 2015 do Pernambuco Petroleum Business, que acontece a cada dois anos. “Essa foi a nossa terceira edição. Em 2015, nossa expectativa é que possamos atrair um número bem maior de participantes, já que empreendimentos importantes, como a Refinaria Abreu e Lima, por exemplo, estarão em pleno funcionamento”, disse.

 



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar