acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
PD&I

Óleo e gás já representa metade dos projetos EMBRAPII em volume financeiro

07/04/2016 | 09h47
Óleo e gás já representa metade dos projetos EMBRAPII em volume financeiro
Divulgação Divulgação

De acordo com levantamento da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), o setor de Óleo e Gás já representa, em valores financeiros, metade dos projetos de inovação industrial desenvolvidos pela organização. Atualmente, suas Unidades estão desenvolvendo projetos no valor total de R$ 63 milhões. Empresas como a BG Brasil (atual Shell), Technip, Petrobras, TR Subsea, Petrogal e FMC Technologies são alguns dos clientes atendidos pela EMBRAPII.

As Unidades Lamef/UFRGS, credenciada na área de Tecnologia de Dutos, e Coppe/UFRJ, credenciada na área de Engenharia Submarina, estão desenvolvendo, ao todo, oito projetos no valor total de R$ 33 milhões. Algumas das empresas parceiras da Unidade Lamef são a BG, Technip e Petrobras. Os pesquisadores destes projetos estão estudando uma tecnologia para aumentar a vida útil de dutos e armaduras em risers flexíveis. O resultado da inovação poderá resultar na economia na manutenção destes equipamentos. Já a Coppe/UFRJ está desenvolvendo soluções para operações submarinas com a Petrogal e um simulador submarino com a startup TR Subsea. A FMC Technologies encomendou um estudo para avaliar, também, a corrosão sob tensão de juntas similares.

A Unidade Cimatec, localizada em Salvador (BA), apesar de não atuar especificamente no segmento, emprestou sua expertise em Manufatura Integrada para criar o FlatFish, veículo autônomo submarino, em parceria com a BG Brasil. Entregue em dezembro do ano passado, o equipamento faz inspeções visuais em 3D, contribuindo para a exploração de petróleo e gás em águas profundas, com redução de custos de operação, garantindo maior segurança operacional e ao meio ambiente. O investimento total deste projeto foi de R$ 30 milhões.

Sistema EMBRAPII - A EMBRAPII mantém contrato de gestão com o Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI) e Ministério da Educação (MEC) e atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, tendo como foco as demandas empresariais e como alvo o compartilhamento de risco na fase pré-competitiva da inovação. O financiamento da instituição obedece a seguinte regra geral: a EMBRAPII pode investir até 1/3 das despesas das Unidades com projetos de PD&I com empresas, enquanto o restante é dividido entre a empresa parceira e a Unidade. Ao compartilhar riscos de projetos com as empresas (por meio da divisão dos custos do projeto), estimula-se o setor industrial a inovar mais e com maior intensidade tecnológica para, assim, potencializar a força competitiva das empresas tanto no mercado interno como no mercado internacional.

 



Fonte: Assessoria/Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar