acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás

OGX e MPX anunciam nova acumulação de gás na bacia do Parnaíba

24/11/2010 | 14h57
A OGX e a MPX, empresas de óleo e gás e de energia do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, informam que identificaram nova acumulação de gás no segundo poço na bacia terrestre do Parnaíba, por meio de sua subsidiária OGX Maranhão. A nova descoberta ocorreu no poço 1-OGX-22-MA, no bloco PN-T-68, localizado no município de Santo Antônio dos Lopes, no interior do Estado do Maranhão. A OGX Maranhão, sociedade formada entre OGX S.A. (66,6%) e MPX Energia S.A. (33,3%), é a operadora e detém 70% de participação neste bloco, enquanto a Petra Energia S.A. detém os 30% restantes.


“Estas novas informações reforçam a perspectiva do enorme potencial da região, com a descoberta de acumulações em diferentes níveis e potencial produtivo excepcional. Cada nova conquista reforça o sucesso do nosso modelo geológico desenvolvido para esta região de nova fronteira”, comentou Paulo Mendonça, Diretor Geral da OGX.

 

Em seqüência à descoberta divulgada em 17 de novembro de 2010, a perfuração do poço OGX-22 prosseguiu e identificou uma nova acumulação de gás, esta de idade devoniana inferior. Foi realizada uma perfilagem intermediária, teste utilizado para verificar/avaliar as características físicas e químicas das camadas geológicas e dos fluidos nelas contidos. O teste possibilitou determinar o net pay (intervalos de um reservatório saturados por petróleo e/ou gás) de ambas as acumulações: aproximadamente 49 metros e 47 metros, respectivamente.

 

Adicionalmente, em complemento às informações referentes ao teste de formação conduzido na primeira acumulação, a OGX e a MPX informam que o poço apresentou potencial produtivo de até 3,4 milhões de metros cúbicos por dia em abertura plena (AOF – Absolut Open Flow).

 

A perfuração do poço OGX-22, prospecto denominado Fazenda São José, continuará em andamento até a profundidade total estimada de 3.200 metros em buscas de novos objetivos exploratórios. O poço, localizado no bloco PN-T-68, situa-se em Santo Antônio dos Lopes, a aproximadamente 260 km de São Luis, capital do Maranhão. A sonda QG-1, fornecida pela Queiroz Galvão, iniciou as atividades de perfuração no dia 23 de outubro de 2010.

 

Capinzal do Norte


Este é o segundo poço perfurado pela OGX Maranhão na bacia do Parnaíba. O primeiro poço (OGX-16, em Capinzal do Norte) foi concluído em outubro com a identificação de duas acumulações de gás, também na idade devoniana. Na ocasião, a OGX e a MPX estimaram uma capacidade produtiva de aproximadamente 15 milhões de metros cúbicos diários de gás natural em toda a área dos sete blocos da bacia do Parnaíba. Os 3,4 milhões de m³/dia devem ser entendidos como parte desse montante.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar