acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

Missão organizada pela administração do Porto de Roterdã quer identificar 'bio-oportunidades'

02/05/2012 | 17h26
Uma comitiva holandesa, organizada pela administração do Porto de Roterdã e pela Rotterdam Climate Iniciative (RCI), visitará o Brasil com o objetivo de identificar oportunidades de negócios na área de bioenergia. Estão programadas atividades em São Paulo, Brasília e Goiânia, de 7 a 11 de maio. Entre as empresas presentes estará a DSM, empresa global com atividades em saúde, nutrição e materiais.

Os representantes da empresa serão Eduardo Estrada, presidente da DSM América Latina, Zenaide Guerra, diretora de assuntos corporativos, Frank Nadimi, diretor de desenvolvimento de negócios para produtos e serviços biotecnológicos da DSM América Latina, Mirko Kranenburg, diretor do programa de produtos e serviços biotecnológicos e James Iademarco, diretor global para produtos químicos de derivados biológicos.

A abertura oficial da missão será no dia 7, no Hotel Renaissance, às 18h, e contará com as presenças do presidente da Petrobras Biocombustíveis, Miguel Rosseto, e de Ruud Lubbers, líder da comitiva, presidente do conselho da RCI, ministro de Estado do governo holandês e ex-primeiro ministro da Holanda.

O foco dos 25 executivos participantes está nos segmentos de biomassa, líquida e sólida, biocombustíveis e matérias primas para a indústria química. Há, também, interesse em que as empresas brasileiras vejam benefícios em investir no Porto de Roterdã, devido a sua posição estratégica para o mercado europeu.

A missão promoverá um seminário em São Paulo, no dia 8, com a participação do secretário de energia do estado de São Paulo, José Anibal, e de palestrantes europeus e brasileiros, além de profissionais do setor público. Os temas centrais serão as oportunidades em produção e exportação de biomassa, madeira, etanol, soja, biodiesel e outros.

As atividades da delegação no Brasil incluem a visitação a empresas brasileiras do setor do agronegócio, portos, ministérios e órgãos governamentais ligados aos setores de indústria, finanças e comércio exterior, em níveis federal e estadual.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar