acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Chapecó

Lula vai inaugurar usina no Oeste na sexta-feira

14/10/2010 | 09h59
O presidente Lula estará em Chapecó, no Oeste, nesta sexta-feira para a inauguração da usina hidrelétrica Foz do Chapecó. Ainda há tentativas para encaixar uma visita do presidente ao campus da Universidade Federal Fronteira do Sul (UFFS).


No total, o presidente deve passar pouco mais de três horas em Santa Catarina. Inicialmente, a ideia dos petistas catarinenses era tentar encurtar a agenda oficial em Chapecó para possibilitar a ida do presidente ao Vale do Itajaí, onde até agora nem Lula e nem Dilma Rousseff (PT) foram durante a campanha eleitoral.


A passagem de Lula se resumirá mesmo ao Oeste, única região em que a votação de Dilma Rousseff foi maior do que a de José Serra (PSDB) no primeiro turno.


— A agenda está definida em termos de Chapecó. Na segunda-feira recebi a informação de que o presidente participaria apenas da inauguração da usina, porque teria que ir no meio da tarde para o Paraná. Mas hoje de manhã (quarta-feira) fui informada que o reitor (Dilvo Ristoff) estaria fazendo convite para o presidente ir no início da tarde também na UFFS — diz a senadora Ideli Salvatti (PT).


Final de semana dedicado


Por enquanto, a agenda oficial divulgada pelo Palácio do Planalto prevê a saída de Brasília às 10h de sexta-feira e a cerimônia de inauguração da usina às 12h. O presidente Lula deve desembarcar em Chapecó e segue de helicóptero até a usina.


Por volta das 14h30min, Lula deixa Santa Catarina e segue para o Paraná, onde inaugura escolas técnicas no município de Telêmaco Borba às 16h. Durante a noite de sexta e o dia de sábado, já fora da agenda oficial, o presidente participa de eventos ligados à campanha da candidata à presidência Dilma Rousseff.


A hidrelétrica


A hidrelétrica Foz do Chapecó está localizada no Rio Uruguai, entre os municípios de Águas de Chapecó (SC) e Alpestre (RS). Terá potência instalada de 855 MW (megawatts) e energia assegurada de 432 MW médios.


A capacidade energética da Foz do Chapecó seria suficiente para atender 25% de todo o consumo de energia elétrica de Santa Catarina ou 18% do consumo do Rio Grande do Sul.


Serão quatro unidades geradoras com turbinas de 214 MW cada. A barragem tem 48 metros de altura e 598 metros de extensão.


O reservatório da usina ocupará uma área de 79,2 quilômetros quadrados, dos quais 40 quilômetros quadrados correspondem à própria calha do Rio Uruguai. Com 855 MW de potência instalada, a usina tem um dos menores coeficientes área alagada/potência do país.


Os estudos de divisão de queda do trecho do rio para a instalação de uma usina começaram na década de 1960, mas foi somente em 1984 que se confirmou que o aproveitamento da Foz do Chapecó era a alternativa de menor impacto se comparado a outros trechos.


A empresa responsável é a Foz do Chapecó Energia, formada pela Companhia Paulista Força e Luz (CPFL), Furnas e Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT), que tem a concessão da usina por 30 anos, prorrogáveis por outros 30.


Fonte: Diário Catarinense
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar