acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Siderurgia e Metalúrgica

Lucro da Norsk Hydro avança mais de 75% no trimestre

30/04/2014 | 16h00

 

O lucro líquido da norueguesa Norsk Hydro cresceu 75,6% no primeiro trimestre de 2014, para 462 milhões de coroas norueguesas (US$ 77 milhões), na comparação com o mesmo período do ano passado. 
A principal razão para a melhora do desempenho da fornecedora de alumínio foi a expansão das vendas líquidas. A receita cresceu 13%, para 18,28 bilhões de coroas norueguesas (cerca de US$ 3 bilhões).
De acordo com o presidente da Hydro, Svein Richard Brandtzæg, a empresa percebe sinais de incremento na indústria de alumínio, enquanto a demanda fora da China continua a exceder a produção.
Segundo o executivo, devido ao aumento do uso de alumínio na indústria automotiva e à demanda crescente por metal reciclado, a Norsk está fazendo investimentos no seu negócio de produtos laminados na Alemanha para expansão de capacidade.

O lucro líquido da norueguesa Norsk Hydro cresceu 75,6% no primeiro trimestre de 2014, para 462 milhões de coroas norueguesas (US$ 77 milhões), na comparação com o mesmo período do ano passado. 


A principal razão para a melhora do desempenho da fornecedora de alumínio foi a expansão das vendas líquidas. A receita cresceu 13%, para 18,28 bilhões de coroas norueguesas (cerca de US$ 3 bilhões).


De acordo com o presidente da Hydro, Svein Richard Brandtzæg, a empresa percebe sinais de incremento na indústria de alumínio, enquanto a demanda fora da China continua a exceder a produção.


Segundo o executivo, devido ao aumento do uso de alumínio na indústria automotiva e à demanda crescente por metal reciclado, a Norsk está fazendo investimentos no seu negócio de produtos laminados na Alemanha para expansão de capacidade.

 

 

 



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar