acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Lucro da Energisa cresce 28,9% no primeiro semestre de 2012

14/08/2012 | 11h38
A Energisa S/A, companhia responsável por cinco distribuidoras de energia localizadas nos estados de Sergipe, Paraíba, Minas Gerais e Rio de Janeiro, apresentou lucro líquido de R$ 125,5 milhões no consolidado dos primeiros seis meses deste ano, o que representa crescimento de 28,9% sobre o mesmo intervalo em 2011. O avanço decorre em parte do acréscimo de 15,3% na receita operacional líquida, que ficou em R$ 1,3 bilhão, aliado ao menor crescimento das despesas operacionais. Considerando o segundo trimestre de 2012, o lucro da companhia foi de R$ 57,1 milhões, enquanto a receita líquida ficou em R$ 687,6 milhões.
“No primeiro semestre de 2012, a Energisa foi uma das poucas companhias integradas de distribuição do setor elétrico brasileiro que registrou aumento no lucro em relação aos primeiros seis meses de 2011”, afirma Maurício Botelho, vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores da companhia. O EBTIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado consolidado foi de R$ 343,1 milhões, um incremento de 24,2% no comparativo com igual período do ano passado. Especificamente no segundo trimestre de 2012, o EBITDA ajustado ficou em R$ 180,8 milhões.
As vendas de energia elétrica no mercado próprio da Energisa cresceram 7,3% entre janeiro e junho de 2012, totalizando 3.891,3 GWh. As classes comercial e residencial representam juntas 57,5% da energia total consumida, com avanços de 10,7% e 6,6% no período, respectivamente. A energia associada aos consumidores livres (origem das receitas de disponibilização do sistema de transmissão e de distribuição), basicamente industriais, somou 730,6 GWh, com avanço de 9,3%, nos primeiros seis meses do ano. A evolução das vendas aos consumidores cativos no segundo trimestre de 2012 foi de 8,4%, atingindo 1.947 GWh.
A energia total distribuída, considerando consumidores cativos e livres, suprimento de energia elétrica a outras concessionárias e fornecimento não faturado, ficou em 5.204,5 GWh no acumulado do primeiro semestre deste ano e em 2.614,1 GWh no segundo trimestre, representando crescimentos de 6% e 5,4%, respectivamente, na comparação com os mesmos períodos de 2011.

A Energisa S/A, companhia responsável por cinco distribuidoras de energia localizadas nos estados de Sergipe, Paraíba, Minas Gerais e Rio de Janeiro, apresentou lucro líquido de R$ 125,5 milhões no consolidado dos primeiros seis meses deste ano, o que representa crescimento de 28,9% sobre o mesmo intervalo em 2011. O avanço decorre em parte do acréscimo de 15,3% na receita operacional líquida, que ficou em R$ 1,3 bilhão, aliado ao menor crescimento das despesas operacionais. Considerando o segundo trimestre de 2012, o lucro da companhia foi de R$ 57,1 milhões, enquanto a receita líquida ficou em R$ 687,6 milhões.


“No primeiro semestre de 2012, a Energisa foi uma das poucas companhias integradas de distribuição do setor elétrico brasileiro que registrou aumento no lucro em relação aos primeiros seis meses de 2011”, afirma Maurício Botelho, vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores da companhia. O EBTIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado consolidado foi de R$ 343,1 milhões, um incremento de 24,2% no comparativo com igual período do ano passado. Especificamente no segundo trimestre de 2012, o EBITDA ajustado ficou em R$ 180,8 milhões.


As vendas de energia elétrica no mercado próprio da Energisa cresceram 7,3% entre janeiro e junho de 2012, totalizando 3.891,3 GWh. As classes comercial e residencial representam juntas 57,5% da energia total consumida, com avanços de 10,7% e 6,6% no período, respectivamente. A energia associada aos consumidores livres (origem das receitas de disponibilização do sistema de transmissão e de distribuição), basicamente industriais, somou 730,6 GWh, com avanço de 9,3%, nos primeiros seis meses do ano. A evolução das vendas aos consumidores cativos no segundo trimestre de 2012 foi de 8,4%, atingindo 1.947 GWh.


A energia total distribuída, considerando consumidores cativos e livres, suprimento de energia elétrica a outras concessionárias e fornecimento não faturado, ficou em 5.204,5 GWh no acumulado do primeiro semestre deste ano e em 2.614,1 GWh no segundo trimestre, representando crescimentos de 6% e 5,4%, respectivamente, na comparação com os mesmos períodos de 2011.

 

Eficiência Energética

 

A Energisa manteve durante o primeiro semestre de 2012 as ações gerenciais visando a contínua redução de perdas de energia elétrica em suas distribuidoras. Nos últimos doze meses encerrados em junho, as perdas consolidadas se situaram em 10,75%, uma melhora de 0,83 ponto percentual em comparação ao mesmo período findo em junho do ano passado.

 

A Energisa Paraíba foi mais uma vez destaque de evolução entre as empresas do Grupo, com perdas totais de 13,14%, índice 1,45 ponto percentual menor ao no ano passado.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar