acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Chineses

Interesse em petróleo, gás e rochas

06/08/2010 | 09h27
As áreas de petróleo e gás, de rochas ornamentais e portuária são as de maior interesse para os grupos chineses que querem investir no Estado. Os produtos do Espírito Santo que tem maior chance para ocupar espaço no mercado chinês são o mamão e o café.


As informações obtidas durante os dois dias de visita do cônsul-geral da China no Brasil, Li Baojun, ao Espírito Santo, serão levadas aos grupos chineses interessados em investir no Estado. E para os próximos meses é esperada a visita de uma delegação chinesa para conhecer mais detalhes das potencialidades econômicas do Espírito Santo.


No início da noite de ontem, o cônsul Li Baojun visitou a Rede Gazeta, e foi recebido pela assessora de Comunicação Empresarial, Letícia Lindenberg. Ele conheceu também a redação multimídia de A GAZETA e foi recebido pela direção. Li estava acompanhado da consulesa Li Jiaoyun e do diretor da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Carlos Eiras.


Na reunião que teve com o secretário estadual de Desenvolvimento, Márcio Félix, o cônsul foi informado a respeito dos investimentos que estão previstos para o Espírito Santo no próximos anos. Ele saiu do encontro com a certeza de que as relações comerciais entre o Estado e a China se intensificarão nos próximos anos.


Questionado a respeito da possibilidade de o grupo Chinês Baosteel, que havia planejado a construção de uma siderúrgica em Anchieta, voltar a investir no Estado, o cônsul disse não saber as causas que levaram a empresa a sair do Espírito Santo. Disse que viu, com muita pena a saída da empresa e espera que volte futuramente, mas isso vai depender de condições seguras para o grupo.


Fonte: A Gazeta (ES)
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar