acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Adiamento

Início da produção da OGX atrasa de novo

31/01/2012 | 09h54
O primeiro óleo da OGX, empresa de petróleo do empresário Eike Batista, foi novamente adiado. O processo de produção foi iniciado no sábado, com a injeção de sequestrantes de oxigênio (produtos químicos), e previa para ontem a saída de petróleo do poço Waimea, localizado no bloco BM-C-41, na bacia de Campos. A previsão é que, depois de estabilizada, a produção seja de até 20 mil barris diários.
 
 
O diretor-geral da OGX, Paulo Mendonça, disse que os problemas foram resolvidos. "Eu nem chamaria isso de atraso, ninguém fez isso tão rápido como a gente."
 
 
Mesmo sem cumprir o prazo previsto -primeiro, agosto de 2011, depois outubro e novembro- o tempo entre a aquisição do bloco BM-C-41 e a produção do primeiro óleo será recorde no Brasil. Outras empresas, inclusive a Petrobras, levaram pelo menos três anos para iniciar a produção.
 
 
A OGX vai estrear no sexto lugar entre as 25 maiores produtoras de petróleo no Brasil, abaixo de Petrobras, Chevron, Shell, Statoil e BP. 


Fonte: Folha de S. Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar