acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Indústria puxa evolução da carga em setembro

05/10/2010 | 10h18
A carga de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) atingiu 57.359 megawatts médios em setembro, uma alta de 7,5% em relação a setembro do ano passado. Na comparação com agosto, o avanço foi de 3,3%. Os dados constam da versão preliminar do Boletim de Carga Mensal, que foi divulgada ontem pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).


No ano, a carga de energia no sistema interligado avançou 9,7% em comparação com o período janeiro-setembro de 2009, enquanto nos últimos 12 meses o avanço foi de 8,7% na comparação com os 12 meses imediatamente anteriores.


"O desempenho da carga em setembro continua apresentando forte recuperação em relação a igual período do ano anterior. Esse desempenho é explicado principalmente pelo comportamento da produção industrial, cujos sinais de retomada começaram a ser observados desde meados do ano passado", diz o boletim divulgado pelo ONS.


O maior avanço da carga em setembro ficou com o subsistema Sudeste/Centro-Oeste, com alta de 8,4% frente a setembro de 2009 e carga de 35.866 MW médios no mês passado. No acumulado do ano, a carga no subsistema subiu 10,3%, enquanto em 12 meses o avanço é de 9,4%.


O segundo maior crescimento em setembro veio no Norte, com carga de 3.971 MW médios e alta de 8,3% na comparação com setembro do ano passado. Entre janeiro e setembro o subsistema Norte viu a carga de energia subir 7,4%, enquanto em 12 meses a alta foi de 5,3%.


No Sul, a carga de 9.330 MW médios foi 8,1% maior que em setembro do ano passado. No ano, a alta foi de 8%, enquanto em 12 meses o crescimento chega a 7,3%. No Nordeste, a carga de 8.192 MW médios ficou 3,1% acima de setembro de 2009. Entre janeiro e o mês passado a carga acumulada subiu 10,2% frente a igual período de 2009, enquanto em 12 meses a carga no Nordeste acumula avanço de 8,9%.


Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar