acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Marintec South America 2016

Indústria naval retomará círculo virtuoso de crescimento nos próximos anos

21/09/2016 | 08h42
Indústria naval retomará círculo virtuoso de crescimento nos próximos anos
TN Petróleo TN Petróleo

A expectativa de que a crise é passageira e que, nos próximos anos, a indústria naval retome um círculo virtuoso anima os expositores que participam da 13ª edição da Marintec South America - Navalshore, principal plataforma de negócios para alavancar inovações e conectar-se com a comunidade marítima da América do Sul. “Participamos da feira para plantar uma semente para o futuro. Quando tudo melhorar e a crise passar, estaremos ainda mais firmes e fortes”, destaca Antonino Italiano, CEO e presidente da Marine Office, fabricante de tecnologia para navegação.

A empresa inovou em sua participação nesta edição da feira, optando por uma apresentação totalmente digital dos produtos. “Investimos no reforço de marca, pois a visibilidade proporcionada pela Marintec é essencial. Muitas tecnologias estão se tornando mais acessíveis. O que antes só era disponível para grandes embarcações, hoje está acessível para barcos menores, como pesqueiros”, explica Antonino. A Marintec vai até quarta (21) no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ), reunindo mais de 380 marcas, entre armadores, estaleiros, fabricantes e fornecedores nacionais e internacionais.

Outras empresas que participam do evento têm a mesma estratégia: usufruir do potencial de visibilidade que a Marintec proporciona para ganhar ainda mais musculatura no mercado. É o caso da MTU do Brasil, que nesta edição da Marintec comemora, no evento, os 20 anos de lançamento da linha de motores Series 4000. “A Marintec é um momento especial para esta celebração, pois encontramos juntos todos os armadores e a nata do mercado da indústria naval. Nossas expectativas é de que o cenário vai melhorar e a tendência é de que os investimentos ganhem fôlego”, ressaltou o gerente de vendas Paulo Afonso da Silveira.

Roberto Garcia, engenheiro de vendas da Graygo Internacional, faz coro no otimismo e acredita que o Brasil tem como retomar o crescimento da indústria naval. “Senti nesta edição da Marintec que há uma preocupação de se oferecer tecnologia de ponta e de fomentar novos negócios. Eu, por exemplo, fiz bons contatos que podem se transformar em parcerias no futuro”, observou.

Avanços tecnológicos - O evento concentrou também lançamentos da indústria. A Brastech aproveitou esta edição da Marintec para apresentar a balsa salva-vidas para seis pessoas, equipamento voltado para navios, barcos de apoio e plataformas offshore. “Inflado com cilindros de alta pressão, em 15 segundos está operacional para atender situações de emergência. Possui, ainda, sinalizadores para o dia e noite e funciona como cabana inflável”, explicou o gerente comercial da empresa, Eduardo Inácio.

“Participamos de forma estratégica da Marintec South America pois é aqui que encontramos a cadeia produtiva do segmento. É uma oportunidade única de mostrar como a Brastech pode atender variadas demandas dos setores marítimo, naval e offshore”, completou.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar