acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnologia

Halliburton e Tenaris Confab vão construir centros de pesquisa no Parque Tecnológico da UFRJ

17/12/2010 | 12h13
As multinacionais Halliburton, prestadora de serviços para exploração e produção de petróleo, e  Tenaris Confab, fabricante de tubos aço, assinam no próximo dia 21 de dezembro (terça-feira), na Reitoria da UFRJ, contrato com a Universidade Federal do Rio de Janeiro para concessão de uso de área do Parque Tecnológico, localizado na Ilha da Cidade Universitária. As duas empresas vão construir unidades de pesquisa para o desenvolvimento de novas tecnologias para o setor de petróleo e gás.

 
A chegada das empresas confirma a vocação do Parque da UFRJ nessa área, que já conta com empresas como Schlumberger, FMC, Baker Hughes e Usiminas. A previsão é que as obras sejam iniciadas no segundo semestre de 2011 e sejam concluídas até o final de 2012. Os investimentos podem chegar a R$ 42 milhões.

 
A Halliburton, que ocupará terreno de sete mil metros quadrados, investirá de US$ 10 a 15 milhões (aproximadamente R$ 26 milhões) na construção do centro de pesquisa, que terá como foco a caracterização e o monitoramento de reservatórios; a produtividade, construção e completação de poços de petróleo. A norte-americana pretende desenvolver soluções para estimulação e performance de poços, área eletrônica e desenvolvimento de softwares em 3D e visualização.

 
Já a Tenaris Confab ocupará terreno de quatro mil metros quadrados, onde vai construir seu centro de pesquisas voltado para os setores de P&G, mineração, construção civil e automobilística. O objetivo é desenvolver novas tecnologias para soldagem de tubos, testes e simulações para tubos de grande diâmetro e estudos de revestimentos metálicos de polímeros. Além disso, haverá um setor para cuidar especificamente das conexões premium TenarisHydril, especialmente destinadas a operações de perfuração de poços de P&G. A empresa prevê investimento de cerca de US$ 21 milhões (aproximadamente R$ 36 milhões).

 
Em janeiro de 2011, haverá novo processo seletivo para as três últimas vagas voltadas para ocupação de empresas de grande porte no Parque Tecnológico.
 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar