acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás natural

Gasoduto de Goianinha é concluído pela Potigás no agreste do RN

01/08/2016 | 11h25
Gasoduto de Goianinha é concluído pela Potigás no agreste do RN
Divulgação Divulgação

A Companhia Potiguar de Gás concluiu no último dia 28, a pré-operação do Gasoduto de Goianinha na Região Agreste do Rio Grande do Norte. Os testes confirmaram que os 8,1 mil metros de tubulação de seis polegadas estão aptos a iniciar o fornecimento de gás natural canalizado para a Cerâmica Elizabeth no Polo Industrial de Goianinha. As obras começaram em 25 de janeiro e foram entregues dentro do cronograma com uma redução de 35% dos custos orçados quando da elaboração do projeto. O investimento em recursos próprios da Potigás foi de R$ $ 5.230.294,00.

“Entendemos a entrega do gasoduto da Potigás como o ponta pé inicial para funcionamento do Polo Industrial de Goianinha. O gás natural é insumo fundamental para a indústria desenvolver a sua competitividade, aumentar o desempenho e conferir qualidade a sua produção”, declarou o Diretor Presidente da Potigás, Beto Santos.

Os trabalhos envolveram as gerências Técnica (GTEC), Operação e Manutenção (GO&M) e Segurança, Meio Ambiente e Saúde (GSMS) da Potigás. A operação gaseificou a rede e todos os elementos auxiliares. O gasoduto parte do ponto de entrega da Transpetro, passa pela margem da RN 003 e segue pela comunidade de Lagoa do Poço até chegar ao Polo Industrial. “A pré-operação veio a coroar o esforço da Potigás para entregar o gasoduto dentro do prazo solicitado pela empresa. É a primeira obra a ser entregue no Polo Industrial de Goianinha”, comemorou o Gerente Técnico, José Augusto Rezende.

A Estação de Redução de Pressão e Medição para atender a Cerâmica Elizabeth tem capacidade de fornecer 120 mil m³ de gás natural canalizado por dia. A Potigás também concluiu a Estação de Redução de Pressão Distrital em uma área de 2,5 mil m² para abrigar a infraestrutura necessária para instalação de outras indústrias na região. “Estamos aptos a receber os novos clientes interessados em utilizar o gás natural que é o combustível mais moderno para as indústrias, com segurança, fornecimento contínuo e economia”, destacou o Diretor Técnico Comercial da Potigás, José Ricardo Bezerra.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria Potigás
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar