acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Congresso ABM

Especialistas e dirigentes empresariais participarão de discussões sobre o pré-sal

02/07/2010 | 14h33
Os investimentos de US$ 33 bilhões anunciados pela Petrobras na exploração e produção de petróleo na camada do pré-sal terão impactos significativos em todas as cadeias produtivas do país e, principalmente, nos segmentos de materiais ferrosos (aço) e não-ferrosos (alumínio, cobre, zinco). Diante deste cenário, a Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM) levará o tema à discussão durante o 65º Congresso, que será realizado entre os dias 26 e 30, no Rio de Janeiro.


“Com este fórum, esperamos contribuir para que nossas empresas associadas se interem da complexidade de um empreendimento deste porte e que troquem informações sobre o que já está sendo feito em termos de tecnologia e recursos humanos. Vislumbrando melhor este cenário, nós, da Associação, também podemos contribuir mais para a inserção do setor nesse mundo novo que está surgindo na área de petróleo e gás”, diz o diretor-executivo da ABM, Horacídio Leal Barbosa Filho.


As discussões farão parte do Fórum de Líderes, sessão do Congresso programada para o dia 27, quem terá como palestra de abertura o "Pré-sal, um projeto de nação". Além disso, os impactos na estrutura da indústria e de serviços do Brasil será proferido pelo físico brasileiro, Paulo de Souza, diretor de pesquisa e laboratório de tecnologia da informação e comunicação da CSIRO - Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (Organização de Pesquisa Científica e Industrial da Comunidade Britânica), com sede na Austrália.


Mestre em Engenharia Mecânica e doutor em Ciências Naturais, Souza é cientista colaborador da missão Mars Exploration Rover da NASA que pousou e opera, há mais de seis anos, dois grandes robôs na superfície do planeta Marte.


Para falar sobre os projetos da Petrobras e os desafios do pré-sal na área de materiais, participam do evento: o gerente-executivo, Carlos Tadeu C. Fraga e o gerente de Tecnologia de Materiais, Equipamentos e Corrosão, Carlos Cunha Dias Henriques, ambos do Cenpes Centro de Pesquisa da estatal.


Já confirmaram presença nos debates: Benjamin Mário Baptista Filho e Jose Armando de Figueiredo Campos, respectivamente, diretor-presidente e presidente do Conselho de Administração da ArcelorMittal Brasil; Juan Carlos González Sánchez, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos da Tenaris; Marcelo de Almeida Cunha Ferreira, superintendente Vallourec Research Belo Horizonte - V&M do Brasil; Paulo Augusto Couto Filho, vice-presidente de Tecnologia & Engenharia da FMC Technologies no Brasil; e Roberto Jourdan de Aquino, diretor de Operação da Divisão Flexível da Technip Brasil.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar