acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Brasil/Espanha

Empresas espanholas querem investir no Brasil

16/09/2016 | 10h39
Empresas espanholas querem investir no Brasil
Divulgação/Jaime García-Legaz e Marcos Pereira Divulgação/Jaime García-Legaz e Marcos Pereira

O ministro Marcos Pereira recebeu nesta quinta-feira o secretário de Comércio da Espanha, Jaime García-Legaz. Durante o encontro, García-Legaz afirmou que “há muito interesse das empresas espanholas em investir no Brasil”. O ministro, por sua vez, disse que a prioridade do governo é trazer investimentos para o país.

Marcos Pereira explicou que o governo está tomando uma série de medidas para a retomada do investimento, com destaque para o Projeto Crescer, coordenado pela Secretaria de Parceria de Programas de Investimentos. O ministro enfatizou que o projeto tem como objetivo reformular o modelo de concessões no Brasil, fortalecendo a segurança jurídica e a estabilidade regulatória. “A prioridade é trazer o investimento e destravar áreas de logística, portos, aeroportos e rodovias”, afirmou.

O ministro disse ainda que a economia brasileira já começa a dar sinais de recuperação e que em 2017 haverá retomada do crescimento econômico. “A economia brasileira começa a dar sinais de recuperação e este é o momento de investir no país”. García-Legaz disse ao ministro que o investimento na infraestrutura brasileira está no radar das empresas espanholas, com destaque para aeroportos e rodovias.

Acordo Mercosul-União Europeia

O ministro Marcos Pereira reiterou, durante o encontro, o interesse brasileiro em concluir em 2017 as negociações em torno do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia. “Estamos bastante empenhados em concluir o acordo. Estou seguro de que conseguiremos avanças nas negociações”. Marcos Pereira afirmou ainda que a conclusão do acordo é uma demanda do setor produtivo brasileiro.

Jaime García-Legaz disse ao ministro Marcos Pereira que é o acordo é uma oportunidade histórica para os dois blocos e que é possível concluir as negociações no final de 2017.

Participaram do encontro o embaixador da Espanha no Brasil, Manuel de la Cámara Hermoso; o diretor internacional da Câmara de Comércio da Espanha, Alfredo Bonet Baiget; e o vice-presidente da Confederação Espanhola de Organizações Empresariais, Joaquín de Montellà.



Fonte: Redação/Assessoria MDIC
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar