acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

Empresas do RS iniciam parceria com Petrobras

02/08/2010 | 09h27
Empreendedores gaúchos preparam-se para assumir o papel de parceiros da empresa brasileira mais bem colocada no ranking das 500 maiores corporações do mundo da revista americana Fortune, com uma receita bruta anual de R$ 161,8 bilhões e cujo Plano de Negócios prevê investimentos de US$ 224 bilhões até 2014.

O potencial de fornecimento de produtos e serviços para a Petrobras, que projeta aplicar a maior parte destes recursos no mercado doméstico, é grande. E as micro e pequenas empresas do estado terão apoio do Sebrae Rio Grande do Sul para aproveitar a oportunidade de iniciar ou aumentar as relações comerciais com a estatal. O projeto Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia da Região Metropolitana de Porto Alegre, desenvolvido pela instituição, promove até novembro uma agenda de oficinas de cadastro com a Petrobras.

Os encontros, voltados às empresas que integram o projeto, começaram em junho e vão ocorrer periodicamente durante os próximos meses na sede da Universidade Sebrae de Negócios (USEn), em Porto Alegre, durante workshops de quatro horas, com a participação de consultores do Sebrae e técnicos da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), uma das subsidiárias da Petrobras no Rio Grande do Sul.

"A representatividade de fornecimento do Rio Grande do Sul na cadeia do Petróleo, Gás e Energia é baixa. As ações do projeto estão direcionadas para auxiliar a inserção das micro e pequenas empresas gaúchas nas oportunidades do segmento. Elas tanto podem negociar produtos e serviços diretamente com a Petrobras quanto para outras grandes empresas atuantes na cadeia do fornecimento", explica o superintendente do Sebrae Rio Grande do Sul, Marcelo Lopes.

Por conta disso, a gestora do projeto no Sebrae/RS, Ana Carolina Borges Souza, complementa que o objetivo da iniciativa é apresentar e auxiliar os empreendedores a obterem o Certificado de Registro e Classificação Cadastral (CRCC), exigência inicial para MPEs que se interessam em fornecer para a companhia em nível nacional, e também impulsionar o cadastramento local. "Tudo é feito via internet, mas as empresas devem conhecer bem o sistema, com informações exatas sobre o ckeck list de documentos", explica. Segundo ela, a primeira parte da oficina mostra a metodologia do cadastro e, na sequencia, os empresários praticam a navegação pelo site, onde aprendem o passo-a-passo do registro. "O apoio dos representantes da Refap na operação é essencial para orientá-los em questões técnicas como as famílias corretas de produtos e serviços de fornecimento, de acordo com a classificação seguida pela Petrobras", justifica.

As oficinas se realizam com grupos de 25 empresários e há ciclos a serem percorridos. "Os empreendedores que já realizaram, por exemplo, vão participar em agosto de outro encontro para avançar o nível de conhecimento", comenta Ana Carolina. A gestora salienta que a ação é uma iniciativa para aumentar a participação da indústria gaúcha neste segmento. "A Petrobras desenvolve muitas obras a cresce em produtividade constantemente. As possibilidades de fornecimento vão desde beliches para uma plataforma até dutos de alta precisão industrial, o escopo é bem amplo", avalia. Além disso, para a gestora, a capacitação das MPE gaúchas gera desenvolvimento e fortalece a cadeia produtiva de gás e energia no cenário local.

O Projeto Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia da Região Metropolitana de Porto Alegre beneficia 120 empresas - fornecedoras e potenciais fornecedoras da cadeia do petróleo e gás. Sua finalidade é promover a inserção competitiva e sustentável das MPE neste mercado, objetivando adequar a base de fornecedores ao que os investidores necessitam e estimular processos locais de desenvolvimento.

O programa do qual faz parte o projeto foi contratualizado em 2009 como uma das ações que marcam a continuidade da parceria de seis anos entre Sebrae Rio Grande do Sul, Rede Petro RS e Petrobras em benefício do setor. As entidades unem esforços para investir no rendimento da cadeia produtiva e, além da Região Metropolitana de Porto Alegre, também a Serra Gaúcha e a Metade Sul do Estado são contempladas pelo programa. Em todo o Estado, 240 empresas participam da iniciativa de apoio.


Fonte: DCI
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar