acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
América do Sul

Empresários chilenos analisam possível gasoduto desde o Peru

23/03/2005 | 00h00

A construção de um gasoduto desde o Peru para substituir o gás natural argentino é estudado por empresários chilenos, segundo informou o ministro da Economia e Energia, Jorge Rodríguez.
O gasoduto alimentaria centrais elétricas do norte do país e permitiria superar os problemas que suscitaram as menores vendas de gás argentino.
O gasoduto de 1.500 quilômetros transportaria o gás proveniente de Camisea, no centro do Peru, e teria um custo de cerca de US$ 700 milhões. 
"Estive em reuniões em que se está discutindo a possibilidade de introduzir gás desde o Peru", destacou Rodríguez.
Ele informou que a iniciativa parece interessante, mas que terá que ser levada a cabo por particulares.
Diante dos problemas com o suprimento de gás natural argentino, que se iniciaram no ano passado, o governo chileno propiciou a substituição deste elemento e também a construção de um planta de liqüefação para processar gás natural comprimido, trazido de outras latitudes.
No projeto para esta planta o governo tomou parte através da petroleira estatal Enap. Enap.
Os cortes de gás argentino têm causado problemas para a geração elétrica à atividade industrial de Santiago e em empresas do centro do país.



Fonte: Dow Jones Newswires
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar