acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

EMBRAPII participa de fórum para debater segurança cibernética

28/06/2019 | 10h26

Para debater os desafios e apresentar soluções no combate a crimes cibernéticos, gestores públicos, militares, industriais e especialistas na área, do Brasil e do exterior, participaram do Fórum Internacional sobre Segurança Cibernética – CyberSec 2019, em Curitiba, capital paranaense. Nesta quarta-feira (26), a EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), participou do painel "Usos de Tecnologia no Mercado", no qual apresentou seu modelo de atuação, que tem integrado empresas e centros de pesquisa (Unidades EMBRAPII) no desenvolvimento de novas tecnologias.

O diretor de Planejamento e Gestão da EMBRAPII, José Luis Gordon e os representantes das unidades EMBRAPII (CPqD e Inatel) Rodrigo Leal e Cleyson Alves participaram do painel. Também foram expostos três projetos de inovação financiados pela EMBRAPII na área de IoT (Internet das Coisas).

Cases de sucesso em IoT

A Unidade EMBRAPII Comunicações Digitais e Radiofrequência, Inatel, detalhou o projeto Smart City Manager, desenvolvido com a empresa Ericsson. A inovação é uma plataforma que integra diferentes áreas de interesse dos agentes públicos, tais como Segurança Pública, Transportes Inteligentes e Iluminação, o que permitirá maior eficiência em ações preventivas, respostas mais rápidas e melhoria da qualidade dos serviços prestados à comunidade. A tecnologia ganhou os prêmios Valor Inovação 2018 e TeleSíntese Inovação 2018.

Dois outros projetos apresentados aos participantes foram da Unidade EMBRAPII de Comunicações Avançadas, CPqD. O primeiro trata de uma solução para monitorar temperaturas em locais que necessitam de maior controle. A intenção é minimizar perdas referentes à descontinuidade de condição climática em cargas de alimentos e remédios, por exemplo. O segundo trata de um sistema que permite rastrear a movimentação, nas diversas etapas, de medicamentos, desde o seu recebimento em hospitais, farmácias e postos de saúde, até a entrega ao paciente. O objetivo é evitar a perda de remédios pelo vencimento do prazo de validade, aumentar o controle de localização e valores e reduzir a incineração de medicamentos vencidos.

Modelo EMBRAPII

A EMBRAPII promove a integração entre o setor produtivo e os centros de pesquisa. O financiamento da instituição obedece a seguinte regra geral: a EMBRAPII pode investir até 1/3 das despesas das Unidades com projetos de PD&I (recursos não-reembolsáveis), enquanto o restante é dividido entre a empresa parceira e a Unidade. Ao compartilhar riscos de projetos com as entidades (por meio da divisão dos custos do projeto), estimula-se o setor industrial a inovar mais e com maior intensidade tecnológica para potencializar a força competitiva das empresas no mercado interno e internacional.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar