acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Eletrobras reapresenta resultado do primeiro trimestre

21/06/2010 | 08h20

O lucro da Eletrobras no primeiro trimestre de 2010 atingiu R$ 738,3 milhões, com a inclusão da subsidiária Eletrobras Furnas e do resultado completo das empresas de distribuição, conforme o balanço consolidado reapresentado na última sexta-feira  (18).

 

 Essas companhias não haviam sido contabilizadas no resultado divulgado em 17 de maio, por terem sofrido problemas operacionais no fechamento de seus balanços. O resultado reapresentado hoje é 629% maior do que o obtido no primeiro trimestre de 2009, que atingiu R$ 101,3 milhões. O destaque foi o resultado operacional das empresas Eletrobras, que gerou um ganho de R$ 869 milhões, frente a um retorno positivo de R$ 251 milhões registrado no primeiro trimestre de 2009 – uma elevação de 246%.

 

Outro resultado importante foi o Ebitda das empresas de distribuição de energia, que passou de R$ (-) 78 milhões, nos primeiros três meses do ano passado, para R$ 39 milhões no mesmo período deste ano, um aumento de 149,7%. Já a Eletrobras Furnas registrou um aumento de 10,85% em seu Ebitda, passando de R$ 446 milhões para R$ 494 milhões na comparação com o mesmo período do ano passado. Com a inclusão dos resultados completos de Furnas e das distribuidoras, a soma dos Ebitdas das empresas totalizou R$ 1,75 bilhão, resultado 22% maior que o apurado nos primeiros três meses de 2009, de R$ 1,4 bilhão.

 

Os Ebitdas das outras empresas Eletrobras do primeiro trimestre de 2010 foram: Eletrobras Eletronorte - R$ 355 milhões (mais 64% em relação ao mesmo período de 2009); Eletrobras Chesf - R$ 660 milhões (+ 21%) e Eletrobras Eletrosul - R$ 119 milhões (+ 12%). Já a Eletrobras Eletronuclear manteve o Ebitda no nível do registrado em 2009, de aproximadamente R$ 142 milhões,  o que também ocorreu com a Eletrobras CGTEE, que apurou um Ebitda em torno de R$ (-) 21 milhões. Além das subsidiárias, outras empresas investidas da Eletrobras também geraram retorno positivo de R$ 658 milhões no período. 

 

Aliado ao resultado financeiro e operacional das empresas controladas – favorecido pela capitalização das subsidiárias, realizada no fim do ano passado, e a consequente redução de suas despesas operacionais e financeiras –, a Eletrobras se beneficiou, ainda, da desvalorização do real em relação ao dólar norte-americano neste trimestre. Esse fator produziu um efeito positivo em R$ 228 milhões decorrente da variação cambial. Nos primeiros três meses de 2009, fora registrada uma perda de R$ 199 milhões.

 

Por outro lado, a inflação norte-americana, medida pelos índices Industrial Goods e Consumer Price, que incidem sobre a comercialização da energia da Itaipu Binacional, na forma de Ativo Regulatório, impactaram de forma negativa o resultado do trimestre, em R$ 581 milhões.

 



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar