acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Descobertas na Venezuela fazem Chevron estudar projeto de GNL no país

21/06/2005 | 00h00

Depois de anunciar na última segunda-feira (20/06) uma significativa descoberta de gás natural no poço exploratório Macuira 1X, na Venezuela, a Chevron demonstra entusiasmo com o projeto de instalar no país seu primeiro projeto de gás natural liqüefeito (GNL).

Os trabalhos no poço encontraram seis intervalos de gás a 140 metros abaixo do solo. O poço testou uma taxa de 1,443 milhão de metros cúbicos diários em dois dos seis intervalos. O Macuira 1X é o primeiro poço perfurado no Bloco 3, um dos cinco blocos offshore na Plataforma Deltana, no nordeste da Venezuela. O local é relativamente próximo do campo de gás de Loran, no Bloco 2, onde a companhia perfurou com sucesso poços de exploração em 2004.

O Macuira 1X foi perfurado em uma lâmina de água de 116 metros, a aproximadamente 24 quilômetros a sudeste do Bloco 2 e a cerca de 121 quilômetros da costa. "O sucesso de Macuira 1X é excitante e confirma a extensão da promissora bacia Columbus Gas em águas venezuelanas distantes e também proporciona uma confirmação adicional do potencial no bloco", disse o presidente da Chevron International Exploration & Production, John Watson. "O continuado sucesso da atividade offshore na Venezuela reforça a estratégia de upstream da Chevron focada em oportunidades de exploração. Ao mesmo tempo, o sucesso dessas atividades vai desempenhar um importante papel ao ajudar no crescimento da companhia no negócio integrado de gás na região."

O presidente da Chevron Latin America Upstream, Ali Moshiri, acrescentou: "Considerando que a descoberta em Macuira 1X é localizada ao lado do campo de gás de Loran, no Bloco 2, a Plataforma Deltana demonstra ter agora os recursos necessários para um detalhado estudo da primeira planta de processamento de GNL. A aprovação final do programa de avaliação permitirá à Chevron conversar seriamente com a Petroleos de Venezuela S.A. (PDVSA) e seus parceiros na região para fazer a GNL Plataforma Deltana uma realidade até o final desta década."

O GNL é o gás natural tornado liquefeito sob temperaturas extremamente baixas para facilitar a estocagem e o transporte, normalmente de locais remotos, tais como os campos offshore. A ChevronTexaco Global Technology Services opera o Bloco 3 com 100% de participação e a PDVSA tem a opção de entrar no bloco em até 35% após a declaração de comercialidade. A Chevron recebeu a licença para o Bloco 3 em agosto de 2004. No início deste ano, a Chevron anunciou que a perfuração de um poço vizinho à área de Manatee do Bloco 6d também tinha sido bem-sucedida.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar