acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tubotech 2009

Desafios para chegar no pré-sal é pauta importante na Tubotech

08/10/2009 | 08h50

A Tubotech (Feira Internacional de Tubos, Conexões e Componentes), maior feira das Américas para o setor de tubos e consagrada como uma das três maiores no mundo, esta sendo realizada esta semana em São Paulo. O evento começou nesta terça-feira (6) e durante os dois primeiros dias de realização,  já superou as expectativas no número de visitantes e deve receber um total de 16 mil pessoas até hoje (8). Nesta quinta edição, um dos destaques do encontro é a discussão sobre os novos desafios a serem enfrentados com a exploração da camada pré-sal.


 
De acordo com o diretor executivo da Abitam, José Adolfo Siqueira, esta será uma oportunidade impar para a evolução do setor. “Teremos que dar um salto tecnológico, produzindo materiais que não atendam apenas o aumento da demanda, mas que estejam adequados às novas exigências de mercado, às normas específicas e condições de temperatura, resistência, entre outros detalhes. E a feira continuará funcionando como vitrine destas tecnologias e inovações”, finaliza.

 

Com crescimento de 60% em volume total de expositores em relação à última edição, o evento reúne agora cerca de 80% do PIB do setor fabricante e distribuidor de tubos de aço e seus acessórios. Somente em relação às empresas internacionais, a Tubotech conta com a presença de cerca de 100 empresas de outros 14 países, aumento de 40% em relação à edição anterior.

 

“Além de destacar as tecnologias de ponta do Brasil, a feira está oferecendo ao público um leque de novidades de muitos países fornecedores, que antes os empresários precisavam buscar em eventos europeus”, explica José Roberto Sevieri, presidente do Grupo CIPA, que organiza a Tubotech em parceria com Tarcom Promoções. Ainda de acordo com ele, o objetivo é oferecer o maior número de informações e inovações da área em um único local, para otimizar e fomentar ainda mais os negócios e o conhecimento técnico-profissional.

 

Aplicados nos mais variadores segmentos, tubos, conexões e componentes estão, de alguma forma, presentes no dia-a-dia de toda a sociedade, sendo utilizados, por exemplo,  na indústria de bebidas e produtos alimentícios, na fabricação de automóveis, aviões e residências, nos móveis e navios, na condução de petróleo, gás, energia, água e esgoto, na construção civil, e em inúmeros outros mercados.

 

“Trata-se de um setor forte, empreendedor, dinâmico, de vanguarda tecnológica, fundamental para o desenvolvimento do país, e que possui um dos parques tecnológicos mais modernos do mundo. E com acontecimentos como a realização da Copa e das Olimpíadas, o setor ficará ainda mais aquecido”, destaca Luciano Targiani, da Tarcom Promoções.

 

Dados da Abitam revelam que somente em relação aos tubos de aço, o Brasil tem capacidade instalada para produzir mais de 4,3 milhões de toneladas ao ano. Apenas em 2008, a produção foi superior a 2,2 milhões de toneladas, com faturamento em torno de US$ 5 bilhões. Neste mesmo período, as exportações atingiram US$ 679 milhões e mais de 353 mil toneladas foram vendidas.

 

Além de contar com a Metaltech (Feira Industrial de Tecnologias em Metais), ExpoBombas (Feira Internacional de Bombas, Motobombas e Acessórios), ExpoVálvulas (Feira Internacional de Válvulas Industriais e Acessórios), e Techshow (Jornada de Tecnologia dos Expositores), a Tubotech está sendo realizada paralelamente à Termotech (Feira Industrial de Tecnologias Térmicas), à Feigás (Feira Industrial do Gás) e à JOTERM (Jornada de Tecnologias Térmicas). O objetivo é abranger ainda mais os segmentos relacionados às áreas compradoras.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar