acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Macroeconomia

Confiança da indústria cresce em novembro

19/11/2013 | 16h48

 

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) subiu 0,7 ponto e chegou a 54,5 pontos em novembro, o que indica um aumento no otimismo no setor, já que valores acima de 50 pontos representam perspectiva positiva. 
Em outubro, o indicador era de 53,8 pontos, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira. O Icei varia de zero a cem pontos. Apesar do crescimento ante outubro, o Icei deste mês ficou 3,9 pontos abaixo do número registrado em novembro de 2012, de 58,4 pontos. A média histórica do indicador é de 58,5 pontos. 
Os três setores da indústria – extrativa, transformação e construção – tiveram alta no Icei entre outubro e novembro. Esse movimento foi encabeçado pela indústria extrativa, cujo indicador passou de 54,2 pontos em outubro para 56,6 pontos em novembro.
Em seguida vem a indústria da construção, ao passar de 54,8 pontos em outubro para 56,1 pontos em novembro. Já a indústria de transformação apresentou um Icei de 53,4 pontos em novembro ante 52,9 pontos em outubro, o menor de todos.
Também cresceram levemente as expectativas dos empresários industriais em relação aos próximos seis meses. O indicador passou de 58 pontos para 58,2 pontos e foi puxado pelas esperanças relativas à economia brasileira, que avançou 0,6 ponto, de 51,2 pontos para 52,8 pontos.
Já a expectativa em relação a própria empresa, o outro componente do indicador de expectativa geral, teve uma leve queda de 0,1 ponto, ao passar de 61,5 pontos para 61,4 pontos.
O levantamento foi feito entre 1° e 13 de novembro com 2.689 empresas.

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) subiu 0,7 ponto e chegou a 54,5 pontos em novembro, o que indica um aumento no otimismo no setor, já que valores acima de 50 pontos representam perspectiva positiva. 

Em outubro, o indicador era de 53,8 pontos, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira. O Icei varia de zero a cem pontos. Apesar do crescimento ante outubro, o Icei deste mês ficou 3,9 pontos abaixo do número registrado em novembro de 2012, de 58,4 pontos. A média histórica do indicador é de 58,5 pontos. 

Os três setores da indústria – extrativa, transformação e construção – tiveram alta no Icei entre outubro e novembro. Esse movimento foi encabeçado pela indústria extrativa, cujo indicador passou de 54,2 pontos em outubro para 56,6 pontos em novembro.

Em seguida vem a indústria da construção, ao passar de 54,8 pontos em outubro para 56,1 pontos em novembro. Já a indústria de transformação apresentou um Icei de 53,4 pontos em novembro ante 52,9 pontos em outubro, o menor de todos.

Também cresceram levemente as expectativas dos empresários industriais em relação aos próximos seis meses. O indicador passou de 58 pontos para 58,2 pontos e foi puxado pelas esperanças relativas à economia brasileira, que avançou 0,6 ponto, de 51,2 pontos para 52,8 pontos.

Já a expectativa em relação a própria empresa, o outro componente do indicador de expectativa geral, teve uma leve queda de 0,1 ponto, ao passar de 61,5 pontos para 61,4 pontos.

O levantamento foi feito entre 1° e 13 de novembro com 2.689 empresas.

 



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar