acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Com troca de comando, BP quer restaurar reputação nos EUA

27/07/2010 | 11h02
A companhia de petróleo britânica BP confirmou a substituição do presidente executivo, Tony Hayward, pelo diretor executivo Robert Dudley, atualmente encarregado de chefiar as operações da companhia em reação ao vazamento de petróleo no Golfo do México. Segundo analistas, ao sacrificar Hayward o conselho de diretores da BP deixou claro que restaurar a reputação da companhia nos EUA é a principal prioridade.


"Essa será uma companhia diferente no futuro, exigindo uma liderança nova apoiada por uma governança forte e um conselho muito engajado", afirmou o chairman da BP, Carl-Henric Svanberg, em um comunicado. Hayward, em uma teleconferência, reconheceu que se tornou "o para-raios para a raiva pública" durante o vazamento de petróleo no Golfo e que era necessário ter uma nova face no mais alto cargo da companhia se ela quisesse continuar nos EUA.


"A explosão no Golfo do México foi uma tragédia terrível sobre a qual, como o homem responsável pela BP quando isso aconteceu, eu sempre sentirei uma profunda responsabilidade", disse em um comunicado. A BP ainda é politicamente fraca nos EUA - enfrentando investigações sobre segurança e pressões do governo para excluí-la de licenças de petróleo e gás futuras no país. Para a BP é vital continuar operando nos EUA. Cerca de um quarto de sua produção total de petróleo e gás e a maior parte de suas ambições de crescimento estão naquele país.


Fonte: Estadão Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar