acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

China revisa crescimento do PIB de 2012 de 7,8% a 7,7%

02/09/2013 | 09h46

 

O governo da China revisou para baixo o resultado do crescimento do PIB de 2012, que passou de 7,8% para 7,7%.
O dado, divulgado pelo Escritório Nacional de Estatísticas, é o menor desde 1999, quando o PIB chinês registrou crescimento de 7,6%.
Nesta segunda-feira (2), foi divulgado que a atividade industrial da China cresceu pela primeira vez em quatro meses em agosto à medida que a demanda doméstica se recuperou, no mais recente sinal de que a segunda maior economia do mundo pode ter evitado uma forte desaceleração.
A leitura final do PMI do Markit/HSBC de indústria da China subiu para 50,1 em agosto, ante 47,7 em julho, em linha com a preliminar da semana passada.
A pesquisa foi divulgada um dia depois de o PMI oficial de indústria da China mostrar que a atividade se expandiu no ritmo mais rápido em mais de um ano em agosto, com um salto nas novas encomendas.
Economistas comemoraram o resultado como um sinal de que o crescimento da economia da China, que esfriou em 12 dos últimos 14 trimestres, está finalmente se estabilizando.
"Estamos definitivamente estabilizando, mas será uma recuperação de fraca a estável", disse Stephen Green, economista do Standard Chartered.
O PMI oficial, que alcançou 51,0 ante expectativa de 50,6, é mais voltado para empresas maiores e estatais, que têm acesso mais fácil a crédito e escala para lidar melhor com problemas do que as empresas menores e privadas que compõem a pesquisa do Markit/HSBC.

O governo da China revisou para baixo o resultado do crescimento do PIB de 2012, que passou de 7,8% para 7,7%.


O dado, divulgado pelo Escritório Nacional de Estatísticas, é o menor desde 1999, quando o PIB chinês registrou crescimento de 7,6%.


Nesta segunda-feira (2), foi divulgado que a atividade industrial da China cresceu pela primeira vez em quatro meses em agosto à medida que a demanda doméstica se recuperou, no mais recente sinal de que a segunda maior economia do mundo pode ter evitado uma forte desaceleração.


A leitura final do PMI do Markit/HSBC de indústria da China subiu para 50,1 em agosto, ante 47,7 em julho, em linha com a preliminar da semana passada.


A pesquisa foi divulgada um dia depois de o PMI oficial de indústria da China mostrar que a atividade se expandiu no ritmo mais rápido em mais de um ano em agosto, com um salto nas novas encomendas.


Economistas comemoraram o resultado como um sinal de que o crescimento da economia da China, que esfriou em 12 dos últimos 14 trimestres, está finalmente se estabilizando.


"Estamos definitivamente estabilizando, mas será uma recuperação de fraca a estável", disse Stephen Green, economista do Standard Chartered.


O PMI oficial, que alcançou 51,0 ante expectativa de 50,6, é mais voltado para empresas maiores e estatais, que têm acesso mais fácil a crédito e escala para lidar melhor com problemas do que as empresas menores e privadas que compõem a pesquisa do Markit/HSBC.

 



Fonte: G1
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar