acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2010

Cabral promete novo porto na baía de Guanabara

14/09/2010 | 08h09
Presente à abertura do Rio Oil & Gas-2010, o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), anunciou que sua administração, em parceria com a Petrobras, acertou a construção de um novo porto na baía de Guanabara.


O empreendimento será instalado  no município de São Gonçalo (região metropolitana do Rio), para atender ao do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), em construção na vizinha cidade de Itaboraí.


A primeira reunião sobre o assunto ocorreu no gabinete do governador. Dela participaram o diretor de Abastecimento  da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e a prefeita de São Gonçalo, Aparecida Panisset.


O porto seria exclusivamente para logística e chegada de equipamentos ao Comperj, “o que por si só já seria um grande gol para São Gonçalo, em geração de empregos e nova dragagem”, disse Cabral Filho em entrevista após participar da cerimônia de abertura do evento.


Mas os entendimentos foram além:  o governador propôs e a Petrobras aceitou ampliar o projeto original do porto para que possa ser usado em outras atividades navais, até mesmo o transporte de passageiros.


“É um golaço para cidade de São Gonçalo esse novo porto, a partir da política de insumos chegando ao Comperj.  A Petrobras fará parte, nós faremos parte. Mas a parte do leão será da Petrobras. Além do porto, haverá uma estrada nova para o acesso ao Comperj e a São Gonçalo”, disse o governador, que não apresentou os valores estimados para o projeto.


O problema da falta de mão-de-obra especializada em quantidade suficiente para a expansão da atividade petrolífera no Estado será atacado por este  governo e pelo próximo, assegurou Cabral Filho, que pretende ampliar a rede de escolas técnicas.


“O segredo é investir cada vez mais em profissionalização”, afirmou ele.


No discurso de cinco minutos que proferiu na solenidade, o governador definiu o Rio de Janeiro como “a capital da energia”, “o centro de referência da energia em nosso país”. Cabral Filho previu que os “próximos anos serão muito positivos” para o Brasil e que “o setor de energia terá papel fundamental nesse crescimento”.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar