acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Braskem amplia portfólio de resinas nos setores de construção e automotivo

16/11/2010 | 10h56
Sempre buscando inovar em seus produtos, a Braskem acaba de lançar novas resinas para suprir as necessidades de seus clientes. Os produtos S 501XP e CP 286 atenderão os setores de construção e automotivo, respectivamente, oferecendo mais facilidade, segurança e economia ao consumidor.

 

O setor automobilístico é responsável por cerca de 9% das vendas totais de polipropileno (PP) da Braskem. A nova resina CP 286 chega ao mercado com volume de vendas projetadas em 2,8 mil toneladas somente neste ano. Já para a S 501XP estima-se um volume de vendas de 30 toneladas por mês no primeiro ano, com potencial de aumento puxado pelo vigoroso crescimento do setor de construção civil no Brasil.

 

CP 286

Desenvolvida para atender os diversos requisitos dos processos produtivos da indústria automotiva brasileira, a nova resina atende a todos atributos exigidos em acabamento e segurança.

 

As aplicações para este composto no exterior do veículo são principalmente em peças grandes como parachoques e saias laterais, que requerem altos índices de fluidez, além do aumento nos requisitos mecânicos por conta da segurança. Já para aplicações no interior do veículo, os compostos de polipropileno, além de proporcionar excelente estética e aparência, atendem ainda às restrições crescentes de emissões de voláteis (também chamados de baixo VOC – volatile organic compounds).

 

S 501XP

Elaborada para ser usada em toldos e coberturas translúcidas obtidas com chapas alveolares, chega ao mercado a resina S 501XP. Desenvolvida pela Braskem para atender a demanda por materiais mais competitivos no setor de construção civil, a nova resina tem como vantagem a redução no consumo de energia por meio da iluminação natural para o consumidor final.

 

Recomendada para ambientes residenciais, toldos, fachadas, coberturas e passarelas, as chapas translúcidas de polipropileno podem se adequar a qualquer estrutura de materiais já instalada, bem como em casos de reforma ou na instalação de novas estruturas. O mecanismo de instalação é o mesmo utilizado em uma estrutura preparada para chapas similares.

 

Além de ser um material de fácil manipulação e acabamento, oferece também excelente relação custo-benefício, baixa densidade, alta durabilidade e chega ao consumidor final já tratado pelo transformador com agente anti-UV sem risco à exposição externa.

 

A resina S 501XP é um PP homopolímero modificado de baixo índice de fluidez, desenvolvido especialmente para extrusão de chapas de alta rigidez e excelente resistência ao impacto quando exposto a baixas temperaturas.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar