acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Macroeconomia

Biodiesel contribuiu para a redução da inflação em 2013

18/03/2014 | 10h58
Biodiesel contribuiu para a redução da inflação em 2013
TN Petróleo TN Petróleo

Conforme define a macroeconomia, a inflação consiste em uma alta persistente do nível geral de preços. Ou seja, quando mês após mês são constatadas elevações nos valores dos produtos consumidos pela sociedade, diz-se que houve inflação. Um dos produtos consumidos em grande escala e que impactam sensivelmente o nível inflacionário no Brasil é o óleo diesel, combustível utilizado em veículos de transporte de passageiros e de cargas, máquinas agrícolas, trens e motores estacionários.

Quando comparados os preços do diesel mineral praticados em dezembro de 2013 com os preços do produto em dezembro de 2012, constata-se uma elevação de 15% no valor pago pelos postos de combustíveis às distribuidoras. No mesmo período, o preço do biodiesel apresentou queda de 26%. Como o diesel B é uma mistura de diesel mineral A mais biodiesel (aquele na proporção de 95% e este de 5%), nota-se que, não fosse pela presença do biocombustível, mais elevadas seriam as variações dos níveis gerais de preços da economia brasileira, seja nos índices oficiais de preços, seja nos valores dos produtos e serviços demandados pela população brasileira.

Composição do diesel B nacional e variação dos preços do biodiesel e do diesel mineral no Brasil: a conclusão é que, por causa da mistura de biodiesel no diesel mineral consumido no País, menor foi a severidade dos reajustes de preços do diesel B em 2013.

Tendências de curto prazo

A tendência de curto prazo é de manutenção da relação apresentada. Isto porque, segundo informações recentes da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os preços do diesel B às distribuidoras mantiveram-se estáveis no começo de março em relação ao fechamento de fevereiro de 2014. No mesmo período, os preços pagos pelo biodiesel às usinas caíram, em média, 6,1%. Para abril, a análise é igualmente válida.

Importações de diesel mineral

Os preços do diesel importado mantêm-se em trajetória altista. Em fevereiro de 2014, os preços do combustível fóssil entregue nos portos brasileiros – já contabilizados os custos de internação – chegaram ao patamar de R$ 1,92/litro, alta de 0,55% em relação a janeiro deste ano. Nos últimos 12 meses, os valores pagos pelo diesel importado acumulam uma elevação de quase 20%, minando a rentabilidade das operações da área de abastecimento da Petrobras. A estatal revende domesticamente o produto para as distribuidoras de combustíveis, mas a valores mais baixos do que aqueles desembolsados na aquisição no mercado internacional.



Fonte: Redação TN/ Ascom ABIOVE
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar