acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Alstom fornecerá 68 aerogeradores à Casa dos Ventos

14/09/2012 | 14h14

 

A Alstom Renewable Power assinou uma carta de intenção com a Casa dos Ventos, um dos maiores desenvolvedores do mercado eólico brasileiro, para fornecer aerogeradores a novos parques eólicos no estado do Rio Grande do Norte (Nordeste do Brasil). Segundo o acordo, no valor aproximado de € 230 milhões, a Alstom será responsável pelo fornecimento de 68 aerogeradores do modelo ECO 122, assim como pela operação e manutenção dos parques eólicos localizados no município de João Câmara. Os projetos que fazem parte desse acordo representam mais de 180 MW de capacidade. A previsão de assinatura do contrato é final de Setembro.
Os aerogeradores serão produzidos na fábrica da Alstom Renewable Power em Camaçari, na Bahia, inaugurada em Novembro de 2011. A fábrica tem capacidade de 300 MW de produção por ano considerando apenas um turno de trabalho. Um segundo turno começará a operar durante o primeiro semestre de 2013, elevando a capacidade para 600 MW por ano.
A energia eólica é a fonte de geração de eletricidade com a mais alta taxa de crescimento no Brasil. Em torno de 7 GW em novos projetos já foram contratados. O potencial eólico brasileiro é estimado em 300 GW e as expectativas do mercado apontam para a contratação de 2.5 GW por ano até 2020.
“Este acordo com a Casa dos Ventos é um importante passo para consolidar a presença da Alstom no mercado eólico do Brasil e da América Latina. A empresa está constantemente desenvolvendo suas tecnologias, ofertas e sua presença industrial para atingir as expectativas na área”, afirma Marcos Costa, presidente da Alstom Brasil. “A empresa já instalou ou está instalando mais de 2.300 aerogeradores em todo o mundo, o equivalente a uma capacidade total de mais de 3.200 MW. A oferta da empresa no segmento eólico consolida seu posicionamento como provedora de soluções para reduzir as emissões de CO2 na atmosfera”, complementa Jérôme Pécresse, Presidente da Alstom Renewable Power.
Complementar ao projeto, a empresa conta com outros três contratos no mercado eólico nacional. O primeiro, cujo valor é de € 100 milhões, foi assinado em julho de 2010 com a empresa brasileira Desenvix, uma subsidiária do grupo Engevix, para um complexo de 90 MW na Bahia, incluindo 10 anos de operação e manutenção. O complexo de Brotas é composto por três parques eólicos equipados com 57 aerogeradores Alstom ECO 86, com capacidade de 1.67 MW cada.
Em 2011, a empresa assinou um contrato de aproximadamente € 200 milhões para o fornecimento e manutenção a três parques eólicos da Brasventos S.A, que serão instalados no Estado do Rio Grande do Norte. O contrato inclui fornecimento, instalação, comissionamento e manutenção de longo prazo dos aerogeradores ECO 86.
Por fim, a Alstom assinou em 2012 um contrato com a Odebrecht Energia para equipar quatro parques eólicos no Sudeste do Brasil. Os parques Corredor do Senandes II, III e IV, e Vento Aragano I, localizados no Rio Grande do Sul, terão capacidade total de 108 MW. A Alstom vai fornecer, instalar e comissionar 40 aerogeradores ECO 122, com capacidade unitária de 2.7 MW. Além dos aerogeradores, a Alstom será responsável pelo fornecimento e montagem dos sistemas elétricos e subestações de todo o complexo.

A Alstom Renewable Power assinou uma carta de intenção com a Casa dos Ventos, um dos maiores desenvolvedores do mercado eólico brasileiro, para fornecer aerogeradores a novos parques eólicos no estado do Rio Grande do Norte (Nordeste do Brasil). Segundo o acordo, no valor aproximado de € 230 milhões, a Alstom será responsável pelo fornecimento de 68 aerogeradores do modelo ECO 122, assim como pela operação e manutenção dos parques eólicos localizados no município de João Câmara. Os projetos que fazem parte desse acordo representam mais de 180 MW de capacidade. A previsão de assinatura do contrato é final de Setembro.


Os aerogeradores serão produzidos na fábrica da Alstom Renewable Power em Camaçari, na Bahia, inaugurada em Novembro de 2011. A fábrica tem capacidade de 300 MW de produção por ano considerando apenas um turno de trabalho. Um segundo turno começará a operar durante o primeiro semestre de 2013, elevando a capacidade para 600 MW por ano.


A energia eólica é a fonte de geração de eletricidade com a mais alta taxa de crescimento no Brasil. Em torno de 7 GW em novos projetos já foram contratados. O potencial eólico brasileiro é estimado em 300 GW e as expectativas do mercado apontam para a contratação de 2.5 GW por ano até 2020.


“Este acordo com a Casa dos Ventos é um importante passo para consolidar a presença da Alstom no mercado eólico do Brasil e da América Latina. A empresa está constantemente desenvolvendo suas tecnologias, ofertas e sua presença industrial para atingir as expectativas na área”, afirma Marcos Costa, presidente da Alstom Brasil. “A empresa já instalou ou está instalando mais de 2.300 aerogeradores em todo o mundo, o equivalente a uma capacidade total de mais de 3.200 MW. A oferta da empresa no segmento eólico consolida seu posicionamento como provedora de soluções para reduzir as emissões de CO2 na atmosfera”, complementa Jérôme Pécresse, Presidente da Alstom Renewable Power.


Complementar ao projeto, a empresa conta com outros três contratos no mercado eólico nacional. O primeiro, cujo valor é de € 100 milhões, foi assinado em julho de 2010 com a empresa brasileira Desenvix, uma subsidiária do grupo Engevix, para um complexo de 90 MW na Bahia, incluindo 10 anos de operação e manutenção. O complexo de Brotas é composto por três parques eólicos equipados com 57 aerogeradores Alstom ECO 86, com capacidade de 1.67 MW cada.


Em 2011, a empresa assinou um contrato de aproximadamente € 200 milhões para o fornecimento e manutenção a três parques eólicos da Brasventos S.A, que serão instalados no Estado do Rio Grande do Norte. O contrato inclui fornecimento, instalação, comissionamento e manutenção de longo prazo dos aerogeradores ECO 86.


Por fim, a Alstom assinou em 2012 um contrato com a Odebrecht Energia para equipar quatro parques eólicos no Sudeste do Brasil. Os parques Corredor do Senandes II, III e IV, e Vento Aragano I, localizados no Rio Grande do Sul, terão capacidade total de 108 MW. A Alstom vai fornecer, instalar e comissionar 40 aerogeradores ECO 122, com capacidade unitária de 2.7 MW. Além dos aerogeradores, a Alstom será responsável pelo fornecimento e montagem dos sistemas elétricos e subestações de todo o complexo.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar