acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Elétrica

AES Eletropaulo coloca em operação projeto piloto de Smart Grid em São Paulo

25/11/2010 | 09h50
AES Eletropaulo anuncia hoje, durante o SENDI - XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica, que acontece nesta semana, o início da operação do projeto piloto de Smart Grid no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Os testes começam em março. A distribuidora analisará as informações de 2 mil clientes, que terão os dados dos medidores eletrônicos integrados ao sistema de automação e operação da concessionária. A solução visa monitorar o sistema elétrico e automatizar uma série de ações envolvidas no processo de distribuição de energia. Permite detectar e solucionar falhas à distância, por exemplo, reduzindo o tempo para reestabelecimento de energia após eventuais interrupções.

 

A iniciativa da AES Eletropaulo testará várias funcionalidades do conceito de redes inteligentes. Dentre as principais características está a Self Healing. Essa ferramenta atua como uma reconfiguração automática do sistema elétrico. Em caso de falta de energia, um sensor de tensão instalado no transformador de distribuição detecta a interrupção e envia a informação ao Sistema de Gerenciamento da Distribuição, que identifica outra possibilidade para restabelecer a eletricidade. Caso isso não aconteça automaticamente, o sistema encaminha um alerta específico à Central de Operações da distribuidora, que direciona a equipe mais próxima para atender à ocorrência.

 

Para viabilizar o projeto de Smart Grid, a concessionária escolheu o bairro do Ipiranga devido às características da região. O local possui consumidores alimentados em baixa e média tensão, de segmento residencial, comercial e industrial. Toda a instalação dos novos equipamentos será feita em paralelo à rede de energia, o que não impactará na rotina dos clientes.

 

"Em virtude dos diferentes tipos de clientes e características da rede, identificamos um alimentador que, por meio de 4,4 quilômetros de rede aérea e subterrânea, propicia uma boa amostragem para garantir a consistência no processo de avaliação tecnológica", disse Ricardo Van Erven, diretor de Tecnologia e Serviços da AES Eletropaulo.

 

Os 2 mil medidores eletrônicos registrarão e acompanharão diariamente o consumo de energia, além de monitorar o balanço energético em 39 circuitos secundários e permitir a execução remota de vários serviços, como leitura, corte e religação de energia. Todos os equipamentos serão recebidos e instalados até fevereiro do próximo ano.

 

Além dessa ação no bairro do Ipiranga, a AES Eletropaulo está desenvolvendo outros projetos que também convergem para a adoção do conceito das redes inteligentes. "O Smart Grid não é mais uma tendência e precisa estar incorporado às ações das empresas", conclui Van Erven.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar