acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresa

AES Brasil pretende participar de leilões de hidrelétricas em 2011

08/11/2010 | 15h25
A AES Brasil, que controla a distribuidora de energia Eletropaulo e a geradora AES Tietê, informou hoje que o grupo pretende participar de leilões de hidrelétricas a partir do ano que vem. O presidente da AES Brasil, Britaldo Soares, e o vice presidente financeiro da empresa, Rinaldo Pecchio, participaram de audioconferência com jornalistas na manhã de hoje para divulgar os resultados da empresa no terceiro trimestre de 2010.


"Espero que estejamos prontos para participação em leilão no fim do terceiro trimestre ou no quarto trimestre de 2011", afirmou o presidente do grupo, Britaldo Soares.


A companhia quer ainda participar de leilões para vender energia da usina termelétrica da AES Tietê. O projeto da unidade a gás natural, com capacidade de geração de aproximadamente 550 megawatts (MW), faz parte do cumprimento da obrigação de expansão da capacidade instalada do seu sistema de geração em no mínimo 15%, estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Sem fornecer detalhes, o executivo indicou que o local onde será instalada a nova termelétrica já foi escolhido.


De acordo com Britaldo Soares, os investimentos da Eletropaulo devem ser no próximo ano similares aos de 2010, de cerca de 670 milhões de reais, "podendo evoluir para um pouco acima disso", completou.


Questionado quanto ao uso de outras fontes de energia, além de hidro e termelétrica, Soares afirmou que a companhia estuda "caso a caso" e descartou a participação da Tietê nos leilões de geração que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) promoverá ainda este ano.


Segundo ele, a AES Tietê deve encerrar 2010 com investimentos da ordem de R$ 93 milhões. Sobre os investimentos da AES Tietê para o ano que vem, Soares estima que o montante seja cerca de 20% superior em relação ao montante previsto para 2010, o que resultaria em um desembolso da ordem de R$ 120 milhões. No caso da Eletropaulo, os valores devem vir em linha com os R$ 670 milhões investidos neste ano.


No terceiro trimestre deste ano, a Eletropaulo registrou lucro líquido de 288,6 milhões de reais, alta de 22,7 por cento em relação ao mesmo período de 2009. Já a AES Tietê registrou, no mesmo período, que de 2,3 por cento no seu lucro líquido ante os mesmos meses do ano passado, para 216,4 milhões de reais.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar